Em má fase, Nico López ganha apoio do Inter, mas ouve recado: "Jogador tem que fazer por onde"

Sem marcar a mais de 20 jogos, o atacante em questão entrou em campo no último domingo, na equipe reserva do Colorado diante do Goiás e teve mais uma partida muito abaixo do esperado.

Por Müller
Compartilhe

Com apoio, mas com recado! Essa é a vida de Nico López no Internacional. O atacante que participou do último jogo do Colorado no Brasileiro e mais uma vez perdeu uma chance incrível diante do Goiás, no Serra Dourada, no último domingo na derrota por 2 a 1, ouviu dos dirigentes que: "Jogador tem que fazer por onde".

De mal com o "gol", o atacante uruguaio tem que dar um jeito e rápido de marcar seus gols pelo Internacional caso não queira amargar uma reserva da reserva. Sem marcar a mais de 20 jogos, o atacante em questão entrou em campo no último domingo, na equipe reserva do Colorado diante do Goiás e teve mais uma partida muito abaixo do esperado pela comissão técnica e direção - se não uma das piores apresentadas por ele vestindo a camisa do Sport Club Internacional.

Nico López.

Artilheiro do Inter nas duas últimas temporadas, Nico amarga um período de seca e de má fase, onde isso foi possível ser visto no jogo deste último domingo, quando aos 22 minutos do segundo tempo, o atacante uruguaio recebeu um presente de Guilherme Parede, de frente para gol - só ele e o goleiro e o jogador finalizou na trave.

Em entrevista coletiva, o vice de futebol do clube - Roberto Melo além de falar da partida em si, também comentou sobre o momento de Nico López no time.

"Isso já é recorrente; já ocorreu lá atrás. O Odair é o técnico que mais acreditou nele. Quando começou como treinador, Nico nem era titular. Mas chega um momento que dentro de campo o jogador tem que fazer por onde. Vamos trabalhar para que ele possa fazer o máximo possível para voltar a marcar", declarou o dirigente.

Mesmo sendo artilheiro do Colorado nas duas últimas temporadas, Nico convive com momentos de altos e baixos na equipe, onde mesmo assim sempre contou com a confiança do treinador - Odair Hellmann, que assim como nesse momento, sempre lhe deu força e carinho para reagir.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal