Reservas do Inter vacilam e sedem a virada ao Goiás no Brasileirão

Depois de ver o Goiás ficar com um a menos logo nos 15 minutos de jogo e com o placar favorável, o Colorado mais uma vez parece que não consegue permanecer concentrado em campo os 90 minutos e sede a virada ao time da casa.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Que é isso Inter? Depois de ver o Goiás ficar com um a menos logo nos 15 minutos de jogo e com o placar favorável, o Colorado mais uma vez parece que não consegue permanecer concentrado em campo os 90 minutos e sede a virada ao time da casa.

O time reserva do Inter vacila ao sofrer a virada do Goiás pelo Brasileirão com um jogador a mais em campo por 75 minutos, no entanto, o discurso de vestiário desta vez foi forte; lembrando que na quarta-feira o Colorado terá o jogo do ano diante do Flamengo, pelas quartas de final da Libertadores, onde terá que superar as adversidades do placar favorável ao time carioca para seguir adiante na competição.

Time reserva do Inter.

É isso mesmo, em uma semana que definirá o futuro do Inter na Libertadores, a mesma começa nada agradável, mesmo tendo entrado com a formação reserva na derrota de virada com um a mais em campo contra o Goiás, neste último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Para o vice de futebol do Inter - Roberto Melo, a derrota no Serra Dourada não terá impacto no jogo contra o Flamengo; ao menos em seu entendimento, porém, o dirigente foi firme em seu discurso após o jogo.

"A derrota aqui não terá impacto algum. O impacto é hoje, a maneira como a gente jogou. O Goiás com 10 homens, nós ganhando de 1 a 0, eles sempre tiveram mais fome, ganhando a primeira, a segunda bola. Essas coisas não dá para esquecer, tem que lembrar bastante. Sabemos que não é assim. Se não servir de aprendizado, ficará difícil", declarou ele em tom bastante irritado.

Em uma semana de mobilização para virar o placar em cima do Flamengo na Libertadores, o Inter promete portões abertos no treino da próxima terça-feira no estádio Beira-Rio, onde já pretende entrar no clima do jogo de quarta-feira, com o apoio dos torcedores no treinamento.

"O grupo está mobilizado. Os jogadores treinaram muito bem em Porto Alegre, com certeza torceram por nós. A influência de um jogo para outro é zero. O torcedor já esgotou os ingressos acreditando na possibilidade de buscarmos a reversão em nossa casa. Vamos fazer esse jogo acreditando nessa condição. Podem ter certeza que vamos dar a vida para seguirmos no torneio", declarou o treinador - Odair Hellmann em sua entrevista coletiva após a derrota para o Goiás.

Com apenas Marcelo Lomba e Rodrigo Lindoso de titulares neste jogo em Goiânia, o discurso forte dos dirigentes parece que surtiu efeito ainda no Serra Dourada, onde Guilherme Parede - o autor do gol colorado no jogo deste último domingo cobrou mais atitude do time nos próximos compromissos pelo Brasileirão.

"Nós conversamos que isso que ocorreu aqui não poderá se repetir. Temos total consciência do que aconteceu, precisamos refletir. O que aconteceu aqui tem que ficar aqui. Isso não vai interferir em nada no jogo da próxima quarta-feira. temos que ir lá diante do nosso torcedor, na nossa casa, fazer o melhor, vencer e tentar reverter o placar", declarou o atacante.

Mesmo com o placar adverso e consequentemente com a derrota longe do Beira-Rio, neste último domingo, o Colorado segue na sétima colocação do Brasileirão, com 24 pontos, onde no próximo sábado o time do Inter encara o Botafogo, em casa, às 21h; antes disso, claro, terá o grande duelo contra o Flamengo, na decisão da vaga as semifinais da Libertadores, no Beira-Rio, na próxima quarta-feira, às 21h30. Neste jogo o Inter precisa derrotar o Flamengo por 3 a 0 para seguir adiante na competição; uma vitória colorada por 2 a 0 levará a mesma para as penalidades - um gol do Flamengo obrigará os donos da casa vencer o duelo por 4 a 1.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal