Paolo Guerrero está fora da lista do Peru e pode encarar o Cruzeiro pela Copa do Brasil

De fora da lista de Gareca, o atacante peruano estará disponível ao técnico Odair Hellmann para encarar o Cruzeiro, pelo jogo da volta pela semifinal da Copa do Brasil, no próximo mês, no Beira-Rio e também na decisão que será no dia 11, caso o Color

Por Minha Torcida
Compartilhe

Pedido feito, pedido concedido! Ricardo Gareca não convoca Paolo Guerrero para os amistosos de setembro, com isso o atacante peruano está liberado para reforçar o Internacional no jogo da volta das semifinais da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro, no próximo dia 04 de setembro, no Beira-Rio. Além disso, ele também poderá estar presente em uma eventual final da competição nacional, caso o Inter avance no torneio.

Paolo Guerrero.

A lista do comandante técnico da seleção peruana foi divulgada no início da tarde desta sexta-feira, sem a presença do atacante colorado.

Em entrevista após o anúncio de sua lista para os amistosos diante do Equador e do Brasil, Gareca afirmou que a Federação Peruana de Futebol levou em consideração o pedido do próprio atleta para não ser chamado.

"Foi um pedido especial, vindo diretamente do jogador, Guerrero não está; aceitamos, sempre escutamos os jogadores. Ele estava na lista, mas pediu para não ser convocado, então acatamos o seu pedido", declarou o treinador argentino da Seleção do Peru.

A seleção do Peru irá encarar o Equador no próximo dia 05 de setembro, em Nova Jersey e o Brasil em Los Angeles, três dias depois - ambas as partidas serão realizadas nos Estados Unidos. Como os amistosos serão em datas "FIFA", em caso de convocação de Paolo Guerrero por parte de Ricardo Gareca, o Internacional seria obrigado a liberá-lo.

De fora da lista da seleção de seu país, o atacante estará disponível ao técnico Odair Hellmann para encarar o Cruzeiro, pelo jogo da volta pela semifinal da Copa do Brasil, no próximo mês, no Beira-Rio e também na decisão que será no dia 11, caso o Colorado confirme a classificação.

Veja abaixo o que disse Ricardo Gareca a respeito de Paolo Guerrero:

"Consideramos os pedidos dos jogadores e aceitamos. Nós decidimos que não está convocado, se decidiu em uma situação muito particular e especial. Não atendemos pedidos institucionais, mas sim pedido pessoais. Acreditamos que era o mais conveniente", declarou o comandante da seleção peruana.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal