Com muito trabalho, Bruno - novo titular da lateral-direita do Inter fala sobre o seu momento no time

“Estou muito alegre com o meu momento e com o momento vivido pela equipe. Com as oportunidades que tenho recebido. Lógico que temos que estar preparados para quando a oportunidade pintar", comentou.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Sem muito auê, ele chegou de mancinho no começo do ano para ser à sombra de Zeca na lateral-direita e de forma discreta, na calma, Bruno cavou a sua titularidade no time comandado por Odair Hellmann. Com muito trabalho nos treinamentos e competência nos jogos, o jogador de 33 anos mostrou serviço ao seu comandante, para assim assumir a titularidade na posição.

As grandes atuações em jogos decisivos são provas do que estamos falando. Bruno que não é bobo nem nada; aproveitou a chance que teve com a lesão muscular do companheiro para virar o novo dono da lateral-direita. Logicamente que ele não conquistou a vaga "do além"; com muito trabalho e com respostas em campo, principalmente contra o Cruzeiro, na última semana, em partida válida pela semifinal da Copa do Brasil, onde ele foi a sombra de Pedro Rocha na vitória por 1 a 0, no Mineirão, conquistou de vez a confiança de Odair Hellmann para seguir no time titular.

Bruno.

A atuação firme e sólida empolgou, mas a mesma segundo o próprio jogador já ficou no passado. Campeão Brasileiro pelo Fluminense em 2012, Bruno já projeta os próximos confrontos das quartas de final da Libertadores contra o Flamengo.

"Estou muito alegre com o meu momento e com o momento vivido pela equipe. Com as oportunidades que tenho recebido. Lógico que temos que estar preparados para quando a oportunidade pintar. O grupo está bastante forte, nosso elenco é unido e isso é muito importante. Todos têm oportunidade de jogar. É manter esse foco para conquistar vitórias", declarou ele.

Em entrevista ao site "globoesporte.com", Bruno foi perguntado sobre os jogos decisivos pela Copa do Brasil e Libertadores, onde ele declarou o seguinte:

"Estamos nos fortalecendo a cada jogo. A confiança não é só minha, mas com todos. O diferencial desse grupo é que todos estão com o mesmo pensamento, a mesma pegada. Tratamos a cada jogo. Passo a passo buscaremos vitórias e confiança. Lógico que as vezes você pensa, que estamos perto de conquistar um grande campeonato, mas precisamos aumentar a concentração. Não ganhamos nada, somos humildes. Vamos trabalhar, que a frente vem coisas boas. Seria muito legal poder erguer uma taça pelo Inter", finalizou ele.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal