Com negociações em andamento, Inter pode atingir mais de 70% da meta financeira para 2019

Entre vendas e o “mecanismo de solidariedade” da FIFA, o Colorado projeta arrecadar R$ 74 milhões até o final de 2019, o que oxigenará os cofres do clube, dando impulso para uma investida no mercado, conforme declarou o próprio presidente do Inter.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Em busca do reequilíbrio financeiro, a direção do Colorado poderá nesta janela de transferências atingir mais de 70% da meta para 2019 com vendas de seus jogadores.

Com a confirmação da venda de Iago para o futebol alemão por R$ 20 milhões e Eduardo Henrique por mais R$ 6 milhões, o Internacional ainda poderá faturar mais R$ 19 milhões em vendas com jogadores que estão emprestados.

Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.

Entre vendas e o "mecanismo de solidariedade" da FIFA, o Colorado projeta arrecadar R$ 74 milhões até o final de 2019, o que oxigenará os cofres do clube, dando impulso para uma investida no mercado, conforme declarou o próprio presidente do Inter - Marcelo Medeiros.

"O Inter está atento ao mercado. A janela se abrirá em seguida. Procuraremos qualificar o nosso grupo, mas dentro das características que temos mostrado nos últimos anos", declarou o mandatário colorado.

Vale lembrar que no último sábado a direção do Sport Clube Internacional oficializou a venda do lateral - Iago ao Augsburg - da Alemanha por R$ 20 milhões por 60% dos direitos econômicos do atleta. Além desta, o clube também comunicou a venda de Eduardo Henrique ao Sporting - de Portugal, o que injetará aos cofres colorado mais R$ 6,4 milhões.

Se não bastassem essas saídas, existem negociações paralelas, bem como Marcinho - que atualmente defende o Fortaleza e pode estar de saída para o futebol chinês - nesta negociação o Colorado poderá lucrar mais R$ 4 milhões. Outro que também poderá injetar valores aos cofres do clube gaúcho é o lateral-esquerdo Rogério, que pertence a Juventus, mas está emprestado ao Sassuolo - Rogério é formado pelo Internacional e detém 20% dos direitos econômicos do atleta. Se o Sassuolo confirmar a sua compra, o Colorado poderá lucrar R$ 15 milhões, ou seja, 10 vezes mais que o valor de sua venda em 2016.

Ainda em 2019, o Inter já recebeu R$ 6 milhões referente ao empréstimo de Valdívia ao Al-Ittihad - da Arábia Saudita e pelo mecanismo de solidariedade da FIFA, oriundo ao centroavante Maurides, que deixou o CSKA Sofia - da Bulgária e foi adquirido pelo Changchun Yatai - da China.

Se formos pegar todos esses valores, o Inter já lucrou em 2019 com vendas e mecanismo de solidariedade da FIFA, R$ 51 milhões, ou seja, superando assim o déficit apresentado a uma semana pelo conselho, de R$ 33 milhões nos primeiros quatro meses da temporada, mesmo assim a direção tem expectativa de encerrar o ano com um prejuízo de mais ou menos R$ 12 milhões.

A direção colorada para tranquilizar a sua torcida já prometeu que nenhum outro jogador do elenco principal deixará o time nesta próxima janela de transferências, a não ser que seja por um valor muito acima do esperado e que seja bom para os dois lados (jogador e clube).

 

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal