Mesmo tendo um gol anulado e ter saído com um empate em 0 a 0 diante do Santos, para os torcedores e para comissão técnica e diretiva, o Colorado poderia ter sim saído com a vitória da Vila Belmiro nesta sexta rodada do Brasileirão.

Em uma briga direta pelos primeiros lugares na tabela de classificação, Santos e Inter ficaram no 0 a 0, com chances mais claras para os gaúchos, que tiveram um gol anulado pelo VAR - lembrando que o Santos também teve um pênalti marcado pelo árbitro de campo anulado pela tecnologia.

 Mesmo com um bom empate fora de casa - visto os últimos resultados pelo Brasileirão 2019 longe do Beira-Rio; comissão técnica, direção e jogadores acreditam que o Inter merecia uma melhor sorte neste último domingo, assim como declarou o camisa 9 colorado.

"Tivemos várias chance de gol. É assim, infelizmente a bola não entrou. Temos que descansar, tem jogo importante na quarta-feira pela Copa do Brasil, precisamos garantir a classificação. A gente merecia ganhar pelo que apresentamos em campo, por nossa criação. Mas um ponto jogando aqui não é ruim", declarou Paolo Guerrero na saída de campo.

Outro que foi na mesma linha de pensamento do peruano, foi o meia Nonato, que evitou falar sobre o VAR, mas admitiu ser ruim ter que esperar para comemorar um gol com a tecnologia.

"Acho que não cabe a nós jogadores comentar. A regra é essa. Temos que trabalhar em cima da regra. Claro que você fica na expectativa de gritar o gol, ficar na espera do VAR é meio ruim. Mas é a regra, temos que aceitar", comentou ele.

O time que empatou em 0 a 0 com o Santos neste último domingo, pela sexta rodada do Brasileirão não voltará a Porto Alegre e seguirá para a capital paulista, onde nesta segunda-feira treina em São Paulo, para depois seguir para Belém, onde irá encarar o Paysandu na quarta-feira, ás 19h15, pela segunda partida das oitavas de final da Copa do Brasil.