Marcelo Medeiros anuncia time reserva para o clássico Grenal

Como forma de "protesto" pela nova punição imposta a Nico López pelo TJD-RS, que suspendeu o atacante por mais duas partidas devido a confusão diante do juventude em fevereiro, o dirigente colorado em tom de insatisfação e indignação declarou que o Colorado não colocará sua força máxima em campo.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A punição imposta pelo TJD-RS ao atacante Nico López do Internacional com mais dois jogos de suspensão devido a confusão diante do Juventude pelo Gauchão, não pegou nada bem pelos lados do Beira-Rio; ainda mais a três dias do grande clássico regional - aqui referindo-me ao Grenal deste próximo domingo, às 19h, na Arena.

Como forma de "indignação" como destacou o presidente colorado - Marcelo Medeiros decidiu juntamente com a comissão técnica colocar em campo um time alternativo, um time reserva no Grenal deste final de semana ou ainda como ele próprio falou em sua entrevista coletiva desta última sexta-feira, "poupar os titulares".

Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional. Marcelo Medeiros - presidente do Sport Clube Internacional.

Marcelo Medeiros convocou uma entrevista coletiva nesta última sexta-feira para expressar a sua insatisfação e sua indignação quanto o aumento da pena do atacante uruguaio, suspenso do clássico.

Antes de abrir espaço para questionamentos, o dirigente máximo do clube vermelho criticou a decisão do "TDJ-RS", declarando que a posição por esse tribunal "agride a qualidade da competição, o equilíbrio técnico e desestimula o torcedor" - manifestando ainda que essa decisão seja um "golpe" à tradição do Internacional.

"O Inter vem de forma veemente expressar a sua indignação com o resultado do pleno do TJD-RS, que ampliou a punição ao Nico López, igualando essa punição a de seu agressor. A decisão de ontem agride a qualidade da competição, o equilíbrio técnico e desestimula o torcedor. O Inter historicamente é o clube que sempre valorizou a nossa competição. E sempre se orgulhou de ser o maior vencedor dos títulos regionais. A decisão de ontem é um golpe a nossa tradição e fere o nosso torcedor e tira a qualidade de uma rivalidade que nós enaltecemos como uma das maiores do mundo. O Inter no próximo domingo não utilizara a equipe que entrou em campo na última quarta-feira. Utilizando, como vem fazendo, para o próximo Grenal a força de seu grupo", declarou Medeiros.

Para completar, assim como em todos os "Colorados", o seu mandatário também declarou que a decisão tomada pelo "Tribunal" causa certa estranheza ao ser tomada dias antes do Grenal, uma vez que o jogo onde o atleta do Inter foi punido ocorreu em 10 de fevereiro e o julgamento no dia 20 do mesmo mês.

"Alguns aspectos nos causam estranheza. O jogo ocorreu em 10 de fevereiro, o julgamento ocorreu no dia 20. A normalidade das sessões do pleno do TJD ocorre às terças-feiras. E esse julgamento foi marcado para uma quinta-feira, vésperas do Grenal. O Inter entrou com recurso, mas sem efeito suspensivo. Pretende recorrer para zerar a ficha do jogador. Mas o dano já está concretizado. Entrou com apelo cabível", encerrou o presidente do Sport Clube Internacional.

O time comandado por Odair Hellmann treinará nesta manhã de sábado - no último trabalho tático e técnico antes do jogo do próximo domingo, diante do Grêmio, pela 10ª rodada da fase de classificação do Campeonato Gaúcho, que ocorre às 19h, na Arena do Grêmio.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal