Com um pedido por parte dos torcedores "Colorados", a direção do Sport Clube Internacional encaminha a finalização das obras no setor sem cadeiras no Beira-Rio.

A direção colorada estima que a estreia do novo setor que fica atrás de uma das goleiras do estádio Beira-Rio, possa ser liberado para a estreia do time na Libertadores. Isso deverá ocorrer no dia 13 de março, onde o Colorado fará sua primeira partida na maior competição sul-americana em 2019, diante do Alianza de Lima, às 19h30, pela segunda rodada da fase de grupos do torneio continental.

O projeto de retirada das cadeiras na parte inferior sul da arquibancada, teve início em março de 2017 e desde lá, inúmeras reuniões, discussões, projetos envolveram praticamente todas as vice-presidências do clube, até a definição final do mesmo. O projeto acabou atrasando um pouco devido a regras mais rígidas por parte da legislação de segurança.

Com início das obras em dezembro do último ano, após o final da participação do Internacional no Brasileirão - 2018 - de lá para cá, foram então retiradas às cadeiras e colocadas barras de metal para evitar acidentes; faltando ainda a instalação de contenção de vidro de isolamento do setor, que terá sua entrada e saída de forma independente das demais áreas do Beira-Rio.

O novo local deverá abrigar cerca de cinco mil pessoas, que irão torcer para o Colorado de pé. O projeto para essa parte foi bastante complicado, uma vez que demandava um "Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndio" - PPCI à parte - quase um "novo" estádio separado dentro do mesmo.

No novo setor a "legislação" obriga os clubes a terem entradas e saídas próprias, bem como banheiros, bares e capacidade de escoamento dentro de um tempo estimado na forma da lei. A previsão para essa nova área dentro do Beira-Rio, é de que a ela seja ocupada pelas torcidas "organizadas" do clube, com um cadastro biométrico aos frequentadores.