Minha Torcida Logo

Inter com força máxima diante do Pelotas nesta quinta-feira

Esta primeira partida da equipe dita “titular” servirá para observar possíveis variações táticas, da mesma forma que foi o jogo dos reservas na estreia do campeonato, na vitória por 1 a 0 sobre o São Luiz.

Por
Compartilhe

Força máxima para encarar a equipe do Pelotas nesta quinta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho-2019. Pelo menos essa é a promessa do técnico Colorado – Odair Hellmann, que antes mesmo de iniciar sua coletiva nesta última quarta-feira, já deu a escalação de seu time com os seguintes jogadores: Marcelo Lomba; Bruno (estreante), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro, Nico López e Patrick; William Pottker (no lugar de Leandro Damião).

Valorizando a manutenção da base dos últimos anos, o técnico colorado confirma a estreia do lateral-direito Bruno, que entrará na vaga de Zeca, que sente um desconforto muscular e a colocação de Pottker na equipe titular, substituindo assim Leandro Damião, que partiu para o Japão.

Odair Hellmann - treinador do Internacional.Odair Hellmann - treinador do Internacional.

Em sua entrevista no CT Parque Gigante, Odair Hellmann explicou a ausência do lateral “titular” diante do Pelotas, onde segundo ele é preferível preservar agora, para assim evitar uma lesão mais grave logo ali na frente. Outro que também não estará presente será o lateral Uendel.

“Antes que me perguntem, Bruno joga. O time que irá iniciar a partida diante do Pelotas é o que treinou na segunda-feira à tarde. O Zeca, da mesma forma que o Uendel, sente um desconforto no dia a dia de treinamentos e assim estão fora para essa partida de quinta-feira. Às vezes é importante preservar um, dois, três treinos do que forçar, e o jogador lesionar e ter uma lesão mais grave logo ali à frente, ficando com isso 20 dias ou mais fora. É apenas uma preservação. Reajusta a parte física, para quando estiver equilibrado, volta normalmente para campo”, declarou o comandante do Sport Clube Internacional.

Ainda segundo Hellmann, esta primeira partida da equipe dita “titular” servirá também para observar possíveis variações táticas, da mesma forma que foi o jogo dos reservas na estreia do campeonato, na vitória por 1 a 0 sobre o São Luiz.

“Temos uma ideia bem consolidada. Isso já vem desde o ano passado. A estagnação não existe. Um jogo é movimentos constantes e buscas de soluções para todas as situações. Treinamos variações táticas com mesmos jogadores, com jogadores de características diferentes. É exatamente o que fizemos em Ijuí. Essa fórmula seguirá nas próximas partidas. É assim que trabalhamos”, complementou ele.

Inter e Pelotas se encaram logo mais a noite, às 21h15 (no horário de Brasília), no estádio Beira-Rio, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais