A Colômbia está fora da Copa América como sede. Sim, por conta da crescente tensão social no país, a Conmebol deve levar o torneio de seleções apenas para Argentina.

A decisão fora tomada nesta última quinta-feira - 20 de maio, a menos de um mês do início da competição, que está marcada para iniciar no dia 13 de junho.

Com crescente tensão social no país e a crescente violência entre o povo e a polícia com relação aos protestos, tornou-se impossível a realização da Copa América na região, desta forma, o mesmo que teria duas sedes nesta edição, será realizado apenas no país vizinho ao Brasil.

Pedido de adiamento do torneio

Numa última tentativa de manter a competição em solo colombiano, as autoridades futebolísticas do país pediram a Conmebol o adiamento do torneio, mas a entidade máxima do futebol sul-americano recusou o pedido.

Em nota, a Conmebol afirmou que o torneio será realizado na data prevista e que divulgará nos próximos dias a nova tabela com os clubes que estavam sediados na Colômbia; o Brasil era um deles. Vale ressaltar que o comunicado aqui em destaque não cita a Argentina com sede única.

"Por razões relacionadas ao calendário internacional de competições e a logística do torneio, resulta impossível mudar a Copa América 2021 para o mês de novembro", destacou um dos comunicados oficiais da Conmebol nesta última quinta-feira.

Outras baixas na Copa América 2020/2021

Vale lembrar que essa não é a primeira baixa no torneio, que contava com a participação de dois convidados: Austrália e Catar, que desistiram de participar por conta do calendário apertado e das restrições sanitárias a viagens para a América do Sul.