"Fortaleza irá trabalhar em função do gol", diz Rogério Ceni

Rogério Ceni diz que irá manter o mesmo esquema usado quando dirigiu o São Paulo, no ano passado.

Por
Compartilhe

Rogério Ceni está muito próximo de fazer sua estreia oficial como treinador do Fortaleza – após a primeira partida pelo Campeonato Cearense ser adiada, o ex-goleiro do São Paulo e agora treinador de futebol poderá finalmente estrear com sua equipe no campeonato. A partida será no próximo dia 17 deste mês, contra o Floresta, pela segunda rodada da competição.

Ceni que vem trabalhando com sua equipe há quase duas semanas, já conta com um estilo de jogo e com um time base para estrear no Campeonato Cearense. Antes da viagem para a capital, o treinador do Fortaleza falou sobre o elenco e sobre sua metodologia de trabalho.

Rogério Ceni - Treinador do Fortaleza.Rogério Ceni - Treinador do Fortaleza.

“Temos melhorado muito no que se refere à parte física, estamos conseguindo implantar o que pensamos para o time. Irei ter dois sistemas para usar durante a competição, para assim poder ter uma variação; vão ser dois esquemas, para os jogadores conseguirem entender”, declarou Ceni.

Rogério Ceni foi questionado se o esquema seria o mesmo usado quando era treinador do São Paulo no início da última temporada, onde usou um esquema bastante ofensivo e que marcava, mas também levava muitos gols.

“Procuramos sempre melhorar para atingirmos um equilíbrio. Claro que uma equipe que faz muitos gols, em tese, se expõem um pouco mais. O ideal é atrás. É uma coisa que vem com o tempo e a gente vai enfrentando os adversários em jogos de verdade, mas nós estamos tentando construir uma equipe que jogue sim para frente – em função do gol e que tenha a posse de bola, que chegue ao ataque com cinco, seis atletas, mais ou menos no mesmo estilo do São Paulo, obviamente se pautando nas opções que temos a disposição”, finalizou ele.

O time de Rogério Ceni terá como competições nesta temporada apenas o Campeonato Cearense e a Série B do Brasileirão. Ceni terá o grande desafio de manter o Fortaleza na segunda divisão em 2018, após ficar sete anos fora do campeonato.

Comentários