Mais um técnico é demitido durante a paralisação do coronavírus. Desta vez sobrou para Gustavo Papa, agora ex-treinador do Brasil de Pelotas, que confirmou a saída do profissional nesta quarta-feira através de um comunicado oficial. Além de Papa, com ele também deixa o "Xavante", o preparador físico Manoel Lilles e o auxiliar Rodrigo Heffner.

Com o Gauchão suspenso provisoriamente até o dia 30 de março por conta do coronavírus, a decisão de demitir o seu treinador foi tomada em reunião entre a Federação Gaúcha de Futebol e representantes dos clubes, na última segunda-feira, na sede da entidade, em Porto Alegre.

Na atual temporada, Gustavo Papa comandou o Brasil de Pelotas em 11 partidas, sendo que destas, obteve três vitórias, três empates e cinco derrotas - com um aproveitamento de 54%. Papa deixa o "Xavante" classificado à terceira fase da Copa do Brasil, mas com uma situação nada agradável, uma vez que perdeu o primeiro duelo para o Brusque pelo placar de 1 a 0, em casa. Já pelo estadual, o Brasil de Pelotas está na lanterna do "Grupo B", com apenas quatro pontos.

Gustavo Papa não é mais treinador do Brasil de Pelotas.
Gustavo Papa não é mais treinador do Brasil de Pelotas.