Clubes brasileiro contestam valores pagos pela Globo para jogos transmitidos via "internet", através do aplicativo "Premier Play".

De acordo com informações do site "Yahoo Esportes", sete clubes da Série A do Brasileirão ouvidos pela reportagem contestam os valores pagos a eles pelo "Grupo Globo", onde para esses a exibição de seus jogos através da internet devem se tornar fundamental para o caixa nos próximos anos.

Um desses clubes é o Flamengo, que inclusive tem um processo contra o "Grupo Globo" na 36ª Vara Cível do Rio de Janeiro. Os "rubro-negros" reclamam via judicial que a Globo desconta um percentual supostamente indevido no valor que o clube teria a receber. O que também ocorre com outras equipes; porém, apenas o Flamengo acionou a emissora na Justiça.

Para a Globo, os pagamentos pelo serviço da internet são diferentes dos valores pagos as transmissões via "Pay-Per-View" - neste os clubes possuem o direito a 38% do total bruto arrecadado com a venda de assinaturas e o valor arrecadado é dividido de acordo com a pesquisa de torcedores assinantes do serviço, realizada pela própria empresa, ou seja, quem tem mais torcedores assinantes, fica com uma "fatia do bolo" maior.

Já para o aplicativo, essa forma de pagamento é diferenciada. A Globo inicialmente se comprometeu a pagar aos clubes 50% da receita líquida do serviço - assim como está registrado no processo movido pelo Flamengo.

Flamengo e Globo vivem em pé-de-guerra por pagamentos de direito de transmissão.
Flamengo e Globo vivem em pé-de-guerra por pagamentos de direito de transmissão.

Os clubes que contestam pelo pagamento desta forma, reclamam pelos descontos feitos pela emissora. O acordo era de 10% de desconto devido a impostos, porém, segundo eles, estão sendo descontados 20% devido aos custos de transmissão e impostos.

Procurado pela reportagem do site acima citado nesta matéria, a Rede Globo informou que cumpre com que foi estabelecido em contrato.

"A Globo e clubes dividem as receitas das vendas de Premier Play, depois de abatidos os custos do produto, tal como previsto no contrato. É um modelo justo e aceito por todos os clubes", revelou ela.

Atualmente a Globo cobra R$ 79,90 mensais pelo pacote de streaming com a maior parte dos jogos do Campeonato Brasileiro - aqui tirando somente o Athletico, que faz as transmissões de suas partidas por conta própria.

Sem revelar o número de sua base de clientes, os clubes acreditam que o Grupo Globo recebe por todo serviço de pay-per-view - aqui juntando TV e Internet, algo próximo a R$ 2 bilhões anuais - com cerca de 10,6 milhões de visitantes todo mês.