Com custo de 1,2 bilhões de euros, Milan e Inter apresentam projeto de construção do novo estádio

Os dois clubes de Milão – na Itália pretendem construir um novo estádio com capacidade para 60 mil pessoas ao lado do antigo, denominado de San Siro ou Giuseppe Meazza.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Com um investimento na casa de 1,2 bilhões de euros, Internazionale e Milan apresentaram nesta última quarta-feira de forma conjunta um plano econômico para a construção do novo estádio, que deverá ser completamente financiado pelos próprios clubes.

Os dois clubes de Milão - na Itália pretendem construir um novo estádio com capacidade para 60 mil pessoas ao lado do antigo, denominado de San Siro ou Giuseppe Meazza. As instalações ao entorno do estádio serão totalmente destinadas ao esporte, entretenimento, negócios e diversão, com o real objetivo de transformar o local em um novo centro social da cidade.

Atual estádio de Milan e Internazionale, na Itália.Atual estádio de Milan e Internazionale, na Itália.

O referido projeto terá um custo avaliado em torno de 1,2 bilhões de euros - algo em torno de R$ 5 bilhões e que os dois clubes querem arcar integralmente, se a Câmara Municipal se comprometer a ceder um direito de edificação nessa área da cidade durante 90 anos.

"Primeiro faremos o pedido oficial para a construção, na área do bairro San Siro, de um centro urbano, moderno, sustentável e acessível, que cresça ao redor de uma instalação esportiva com os mais elevados padrões internacionais. Contaremos com os melhores arquitetos internacionais especializados em instalações esportivas. Paralelamente a esse processo institucional, os clubes abrirão uma conversa transparente, em particular com o bairro de San Siro, para encontrarmos as soluções que levem em conta as exigências da cidade. Tal decisão de Milan e Inter se baseia em uma atenta análise, realizada nos últimos meses, das várias opções existentes, inclusive a remodelação do estádio Giuseppe Meazza".

Com a ideia de construir um novo estádio há anos, os dois clubes esbarram nas vontades da Câmara Municipal e do prefeito de Milão em continuar com o atual estádio pelo menos até 2026, no entanto, com a possibilidade de organizar os "Jogos Olímpicos de Inverno de 2026", poderão fazer as partes mudarem de ideia, visto que o estádio está sendo visto como local de abertura da cerimônia dos jogos em questão.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal