Londrina vence o Atlético Mineiro nos pênaltis e é Campeão da Primeira Liga

Time paranaense não temeu a força atleticana e é o segundo campeão do torneio.

Por
Compartilhe

Ao derrotar o Atlético Mineiro nos pênaltis o Londrina sagrou-se o Campeão da segunda edição da Copa da Primeira Liga. Sem gols no tempo normal, o time treinado por Claudio Tencati venceu o Galo nas cobranças de pênaltis pelo placar de 4 a 2. O goleiro César defendeu duas cobranças mineiras ontem no estádio do Café, em Londrina, no Paraná.

Londrina - Campeão da Primeira Liga.Londrina - Campeão da Primeira Liga.

Líder na fase de grupos da Copa, o Londrina superou o Paraná, Figueirense e Avaí na primeira fase, depois disso, nos mata-mata, passou por Fluminense e Cruzeiro até chegar à final.

Cesar - Goleiro do Londrina.César - Goleiro do Londrina.

O destaque da partida foi César, o goleiro do Londrina, que na semifinal já havia sido o herói ao denfender três pênalidades contra o Cruzeiro, brilhou novamente diante do Atlético ao defender duas penalidade – dos atacantes Clayton e Rafael Moura.

Desprezada por muitas equipes, a Copa da Primeira Liga foi levada a sério pelo clube paranaense, que a 37 anos não conquistava um título de expressão nacional. Durante a comemoração do título conquistado na última noite, Claudio Tencati lamentou que o clube esteve muito perto de conquistar a Série C:

Claudio Tencati - Treinador do Londrina.Claudio Tencati - Treinador do Londrina.

“Estivemos muito próximos da Série C, mas ela fugiu pelos dedos; jogamos contra um grande clube nesta noite, o Atlético-MG, realizamos uma grande partida e nós merecemos pela campanha, fomos um dos poucos clubes que se comprometeu com a Primeira Liga, que é uma grande oportunidade para os pequenos”, disse o treinador do Londrina.

Tencati chegou ao clube em abril de 2011, levando o Londrina da Série D para a Série B, além disso, também conquistou o título Estadual de 2014.

“Nós ficamos emocionados, porque não é sempre. Eu falei pra eles, antes do título de 2014, a gente não era campeão paranaense há 22 anos. Se passaram três anos e não conseguimos mais. É complicado, tem que valorizar essa conquista sim”, finalizou ele quase em lágrimas, ao SporTV.

Comentários