Manchester City oferece 20 milhões de libras e um jogador por Alexis Sánchez

O mercado da bola está entrando em seus últimos momentos e grandes clubes da Europa como o City, ainda estão atrás de reforços.

Por
Compartilhe

Com o encerramento da janela de transferência para está quinta-feira, 31 de agosto, muitos clubes europeus estão agilizando as negociações de reforços e um deles é o Manchester City, que tenta de última hora conseguir trazer para o seu grupo o chileno Alexis Sanchez do Arsenal.

Segundo o jornal “The Guardian”, o City está oferecendo o atacante Raheen Sterling e mais 20 milhões de libras para contar com o jogador do Arsenal em seu grupo. A ideia do City é convencer o Arsenal a liberar Sánchez, que está em seu último ano de contrato com os Gunners.

Mesmo correndo o risco de ver o atacante chileno sair de graça no final da temporada, o Arsenal não parece muito disposto a liberar uma de suas principais estrelas, lembrando que o clube já recusou uma proposta de 50 milhões de libras (em torno de R$ 205 milhões) apresentada pelo próprio clube treinado por Pep Guardiola.

Fim de contrato sem renovação favorecem ida de Sánchez para o City.Fim de contrato sem renovação favorecem ida de Sánchez para o City.

Mesmo sem chegar a uma conclusão quanto à renovação de contrato, o treinador do Arsenal, Arsène Wegner não pensa em liberar o chileno:

“Sánchez sempre esteve focado em seu trabalho, gosta do que faz e acredito que não esteja preocupado com essas especulações. Jogadores deste nível dificilmente se preocupam com esse tipo de situação – uns tratam de uma forma melhor, já outros... O fato de ser seu último ano de contrato com o Arsenal, não significa que não possa renovar. De momento ainda não conseguimos realizar essa renovação e estamos agora querendo apenas nos concentrar na equipe, que é o mais importante. Acredito muito na permanência de Sánches”, afirmou Wegner.

Já o “Sky Sports” informou que o City poderá oferecer em último caso, o argentino Sergio Agüero em troca do chileno.

A janela de transferência para os principais mercados europeus promete ser agitada nestes dois últimos dias - lembrando que se fecha na próxima quinta-feira.

Comentários