Depois de uma passagem vitoriosa no Milan, Kaká está de volta ao clube italiano - agora na função administrativa e por lá o brasileiro reencontrou um velho conhecido: Gennaro Gattuso, o atual comandante técnico da equipe, que atuou ao lado do brasileiro entre os anos de 2003 a 2009. Juntos eles conquistaram um Campeonato Italiano, uma Champions League e um Mundial de Clubes - FIFA.

Agora na nova função, o dirigente do Milan elogiou o trabalho do treinador. "Ele não mudou, continua com a mesma energia e motivação que tinha quando era jogador. Ele está sempre motivando o time, estimulando os jogadores a darem de tudo. Ele ama o que faz, ele ama o futebol e está realmente preparado; estudou bastante. Esses fundamentos fazem dele um grande técnico", declarou Kaká.

Gennaro Gattuso - treinador do Milan - de preto com barba.
Gennaro Gattuso - treinador do Milan - de preto com barba, amigo e ex-companheiro de Kaká.

Com a chegada do ídolo brasileiro, o Milan junta os dois numa tentativa de voltar aos tempos de glorias e a figurar entre os principais clubes do futebol italiano. O Milan na última temporada encerrou a mesma na sexta colocação, com 64 pontos, distante da vaga para a Champions League. A primeira equipe dentro da zona de classificação a maior competição do "Velho Continente" na época foi a Inter de Milão - justamente o maior rival do Milan, com 72 pontos.

Nesta temporada o time de Kaká e Gattuso está na 14ª colocação, com três pontos somados em três rodadas disputadas até aqui, na Série A. Neste sábado, o Milan fora de casa encara o Cagliari, no Sardega Arena, pela quarta rodada do Campeonato Italiano - o horário do confronto não foi divulgado.