Após demitir Gilson Kleina na última rodada do Brasileirão (no empate diante do Sport por 1 a 1), a Chapecoense anunciou nesta última terça-feira o retorno de Guto Ferreira ao comando técnico do time. Guto Ferreira que está sem clube deste junho, quando foi desligado da função de treinador do Bahia, chegou a Chapecó na noite desta última terça-feira.

A primeira passagem de Guto Ferreira a Chapecoense foi em 2015, quando o treinador foi chamado para ocupar o posto de Vinícius Eutrópio, na época demitido - no Brasileirão daquele ano, o então técnico conseguiu cumprir a meta e manteve o time do oeste catarinense na primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

Como técnico do "verdão do oeste", Guto conquistou o título catarinense em 2016, estando ele na área técnica do time em sua primeira partida internacional, na Copa Sul-Americana (no mesmo ano da tragédia aérea na Colômbia, com o avião da Lâmia). Em sua primeira passagem pela "Chape", o técnico comandou o time em 51 partidas, onde obteve um aproveitamento de 56,2%. Na época ele só deixou o time catarinense para assumir posteriormente comando técnico do Bahia - onde hoje praticamente faz o inverso.

Guto Ferreira em sua primeira passagem como treinador da Chapecoense em 2016.

Agora de volta ao clube, Guto Ferreira terá a mesma missão de sua primeira passagem: tentar evitar a queda a "Série B" do Campeonato Brasileiro. Na atual disputa da primeira divisão do campeonato nacional, a Chapecoense está na 16ª colocação - uma acima da "zona de rebaixamento" com 18 pontos conquistados (um a mais que o Santos), primeiro time dentro do Z-4.