Na reapresentação do Atlético-PR, técnico é demitido do cargo

Mário Celso Petraglia deixa o cargo após a demissão do treinador ; ex-diretor acreditava na continuidade do trabalho.

Por
Compartilhe

Direção do Atlético-PR causa revolução na volta aos trabalhos depois da parada de 10 dias para a Copa do Mundo. Na reapresentação do elenco de jogadores e comissão técnica nesta última segunda-feira, a direção do “Furacão” anunciou a saída de seu treinador – Fernando Diniz, que deixa o comando técnico do time após 21 partidas, sendo que destas, conquistou apenas cinco vitórias, com um aproveitamento de 34,9%.

Ferando Diniz - ex-treinador do Altético-PR.Ferando Diniz - ex-treinador do Altético-PR.

Mas não foi somente o treinador que deixou o cargo, junto com ele, também saiu o diretor de futebol – Mário Celso Petraglia, que passará a responder somente como “presidente” do Conselho Deliberativo do Clube.

Após sofrer muita pressão por parte de torcedores e até mesmo de alguns conselheiros, Petraglia atendeu aos pedidos e demitiu o técnico antes de deixar o cargo que exercia na direção atleticana – Mário Celso Petraglia deixou a função por não concordar com a demissão do treinador.

Fernando Diniz chegou ao clube paranaense muito badalado pelo vice-campeonato paulista de 2016 – quando na época comandou o Audax; mas antes de sua chegada, no início do ano, quando já estava treinando outro clube – o Guarani, de Campinas, o clube tentou através de uma negociação frustrada a contratação de Clarence Seedorf para a função de “manager”, que acabou não se concretizando.

Com a saída de Diniz, os próximos dias serão importantes para a reformulação do “Furacão” que deverá anunciar em breve o novo comandante técnico. Em quanto esse nome não é apresentado, Kelly – ex-auxiliar técnico do time deverá comandar os trabalhos visando o retorno do clube no Brasileirão, em julho. Além dele, também existe a possibilidade de Tiago Nunes – técnico dos aspirantes assumir essa função de momento.

Comentários