Proibido de contratar jogadores nas próximas janelas de transferências, o Chelsea trabalha para permanecer com o seu atual elenco. Depois do anúncio oficial da renovação de contrato de David Luiz, o clube londrino ampliou o vínculo com o atacante Olivier Giroud, que será atleta do clube até o fim da próxima temporada.

"Estou muito feliz por assinar um novo contrato. Eu realmente queria ficar pelo menos mais um ano - eu me senti parte da equipe, da família, desde o começo, e espero que mais troféus estejam por vir", disse o jogador, conforme publicado no site oficial dos Blues.

Em cerca de um ano em meio em Stanford Bridge, o camisa 18 disputou 62 partidas e marcou 17 gols. Foram 12 na temporada que está prestes a se encerrar, além de mais oito assistências. O francês era titular da equipe de Maurizio Sarri, mas, com a chegada de Gonzalo Higuaín, acabou indo para o banco de reservas.

 

O Chelsea trabalha de todas as formas para não perder mais nenhum jogador de seu atual elenco. A perda de Eden Hazard para o Real Madrid, embora seja anunciada, é muito sentida pela diretoria. Sendo assim, o clube trabalha em renovações de contrato com jogadores importantes do plantel atual. Além de David Luiz e Giroud, jogadores como o meia Kanté, e o goleiro Kepa estão sendo muito visados pelo mercado e podem receber propostas para saírem do Chelsea.

O Chelsea apelou para a FIFA o cancelamento da sanção que proibiu o time de contratar jogadores nas próximas janelas de transferências, com o objetivo de contratar o meia brasileiro Philippe Coutinho, que está no Barcelona. Entretanto, a FIFA negou o pedido.