Minha Torcida Logo

Claudinei Oliveira não é mais treinador da Chapecoense

Um dos sérios motivos para demissão do treinador da Chape, foi a má campanha do time no catarinense e a eliminação precoce de sua equipe na Copa Sul-Americana para o modesto Unión La Calera – estreante em competições internacionais.

Por
Compartilhe

Após 26 jogos a frente do comando técnico da Chapecoense, Claudinei Oliveira não aguentou a mais uma derrota de sua equipe e é demitido depois do revés diante do Joinville, pelo campeonato catarinense, neste último domingo, em plena Arena Condá – com o treinador, também saem de cena o auxiliar – Luciano Gusso e o preparador físico Robson Gomes.

A decisão da direção foi logo após o apito final da partida, no vestiário da Arena Condá – porém o técnico só tomou conhecimento de sua demissão após deixar as dependências do estádio, avisado pelo diretor executivo do clube – Newton Drummond, por telefone.

Claudinei Oliveira deixa a Chapecoense depois de 26 jogos no comando, com 12 vitória, 7 empates e 7 derrotas - um aproveitamento de 55,3%.Claudinei Oliveira deixa a Chapecoense depois de 26 jogos no comando, com 12 vitória, 7 empates e 7 derrotas - um aproveitamento de 55,1%.

Contratado em outubro de 2018 para salvar a “Chape” do rebaixamento a “Série B”, Claudinei atingiu o objetivo a ele designado e por esse motivo permaneceu no cargo nesta temporada, mas devido às más exibições em 2019, o treinador não conseguiu permanecer no clube para a estreia do Brasileirão neste ano.

Um dos sérios motivos para demissão de Claudinei Oliveira no cargo de treinador da Chape, foi a má campanha do time no catarinense e a eliminação precoce de sua equipe na Copa Sul-Americana para o modesto Unión La Calera – estreante em competições internacionais.

Sem poder contar com os principais reforços para a temporada, Claudinei conseguiu apenas utilizar o atacante Rildo nesta última partida, não podendo colocar em campo os reforços como Gum, Thiago Santo e Marcos Vinicius. Aylon, outro reforço vindo em 2019, não chegou a participar de uma partida inteira devido a uma lesão.

Apesar da derrota da Chapecoense neste último domingo pelo “Catarinense”, o time até então comandado por Claudinei Oliveira vinha em uma sequência de três vitórias – algo que não ocorria desde março do ano passado, porém, os resultados positivos não convenceram a direção do “verdão”, que viu sua equipe volta a perder e pior, aos 48 minutos da etapa complementar, no último lance da partida diante do Joinville, o que decretou o fim da trajetória do treinador no clube.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais