Mudanças de planos? Depois de "pedir para sair", Istambul - na Turquia poderá continuar sendo a sede que irá receber a grande final da Champions League - edição 2019/2020; pelo menos é o que espera o Ministro dos Esportes do país em questão - Mehmet Kasapoglu.

Como já declaramos acima, por conta do Coronavírus a capital da Turquia havia solicitado a UEFA para ser retirada como sede da final da Champions League e desde então Lisboa (Portugal), Frankfurt (Alemanha) e Madri (Espanha) haviam entrado nesta disputada para se tornarem a nova cidade a receber este grande confronto pelo maior torneio de futebol no continente, no entanto, isso pode estar novamente tomando outro rumo, ou seja, retornando ao ponto de partida, uma vez que Istambul mantém a confiança em sediar a final do torneio em questão.

Em entrevista recente o Ministro dos Esportes da Turquia - já aqui citado, declarou que não tem dúvidas de que a capital turca poderá sim receber a final da Champions League.

"Não tenho dúvidas de que a final será realizada da melhor maneira possível na Turquia. Estamos confiantes que iremos receber boas notícias no dia 17 de junho (dia em que a UEFA irá se reunir para anunciar a sede da grande decisão)", afirmou Kasapoglu.

Antes da pandemia do novo Coronavírus tomar conta do planeta, a grande final da Champions League estava marcada para ocorrer no próximo dia 30 de junho - no estádio Olímpico Ataturk, no entanto, o vírus ou a doença em questão forçou o adiamento desta partida, assim como a competição inteira, que foi paralisada nas oitavas de final.

Com o pedido de "saída" formalizado pela Turquia, a UEFA agora irá escolher se mantém Istambul como sede desta final ou se irá escolher entre Lisboa, Frankfurt ou Madri para a disputa do título da Champions League - algo que ficaremos sabendo somente no dia 17 de junho.