Em noite dos zagueiros, Atlético de Madrid bate a Juventus e obtém grande vantagem na Champions

Com gols de Giménez e Godín, clube espanhol abre ótima vantagem para a partida de volta. CR7 até criou, mas não conseguiu ser efetivo contra a defesa "colchonera".

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Sem dúvidas, o duelo mais aguardado desta fase de oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa deste temporada era a partida entre Atlético de Madrid e Juventus. O reencontro de Cristiano Ronaldo com o seu ex-rival era uma atração e tanto para a partida de ontem. Mas nem mesmo a qualidade e o empenho do português conseguiu parar os espanhóis e sua torcida, que lotou o estádio Wanda Metropolitano para incentivar o Atlético.

Diego Simeone escalou o Atlético de Madrid com: Oblak no gol; Juanfran, Godín, Giménez e Fellipe Luís na defesa; Koke, Partey, Saúl e Rodri no meio campo; Griezmann e Diego Costa no ataque.

Já a Juventus, comandada por Maximilliano Allegri, foi a campo com: Szchesny no gol; Alex Sandro, Chiellini, Bonucci e De Sciglio na defesa; Bentancur, Matuidi e Pjanic no meio campo; Dybala, Mandzukic e Cristiano Ronaldo no ataque.

PRIMEIRO TEMPO

A proposta de jogo foi muito bem definida logo nos primeiros momentos. Os espanhóis apostavam na marcação forte e na transição rápida para chegar à vitória, enquanto os italianos, decidiram pela posse de bola e na qualidade individual de seus atacantes para fazer os gols. Com 9 minutos, a primeira oportunidade da Juventus. CR7 cobrou falta com muita força, e Oblak fez ótima defesa. Aos 14, a resposta do Atlético foi com Partey, que chutou forte, mas o goleiro agarrou. Aos 26 minutos, um momento histórico: Diego Costa foi agarrado e o juiz marcou pênalti. Alguns momentos depois, o VAR entrou em ação e após revisão, viu-se que a falta existiu fora da área. O árbitro voltou atrás e na cobrança, Griezmann quase abriu o placar.

Atlético de Madrid conseguiu parar Cristiano Ronaldo e cia.Atlético de Madrid conseguiu parar Cristiano Ronaldo e cia.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o Atlético foi mais incisivo. Com 4 minutos, Diego Costa perdeu uma chance inacreditável em excelente contra-ataque construído por Griezmann.  Aos 7 minutos, Griezmann quase marcou um golaço por cobertura, mas o goleiro da Juventus conseguiu tocar, e a bola parou no travessão. Com 24 minutos, o VAR entrou em ação novamente. Morata marcou de cabeça, mas o juiz marcou falta em um empurrão do atacante em Chiellini. Com 32 minutos, Giménez abriu o placar, em chute dentro da área. 5 minutos depois, Godín aproveitou a sobra e ampliou a vantagem do time espanhol. Depois disso, a Juventus pressionou e teve duas boas chances: uma com Bentancur, que parou em Oblak, e outra com Cristiano Ronaldo, que cabeceou sozinho, mas por cima.

Com o resultado, o Atlético pode perde por até 1 gol de diferença, ou por 2, caso marque pelo menos uma vez no campo do adversário. Em caso de vitória da Juve por 2x0, teremos prorrogação. A partida de volta está marcada para o dia 12/03, às 17h.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal