Em noite pouco inspirada de CR7, Marcelo brilha na Champions

Real Madrid leva para a Espanha uma grande vantagem na bagagem para o jogo da volta das semifinais da Champions League.

Por
Compartilhe

Quem assistiu ao jogo de ontem a tarde entre Bayern de Munique e Real Madrid, não conseguiu ver mais um espetáculo de Cristiano Ronaldo, que com uma forte marcação, pouco pode fazer durante os primeiros 90 minutos da semifinal da Champions League, em contrapartida, viu o golaço de Marcelo que decretou a vitória de virada por 2 a 0 dos espanhóis sobre os alemães.

Com o protagonismo dos brasileiros na partida, o Bayern de Munique jogando em casa, no Allianz Arena, chegou a abrir o placar, nesta última quinta-feira, com Kimmich, aos 27 minutos da etapa inicial.

Kimmich foi o autor do único gol alemão.Kimmich foi o autor do único gol alemão.

Porém, o Real Madrid mais uma vez mostrou a força de seu elenco e foi em busca do placar. Mesmo com um início de partida “acuado”, o time espanhol só apareceu aos 20 minutos de jogo e mesmo assim, sem transpor perigo ao Bayern, que dominava as ações em uma tarde/noite de pouca inspiração do craque português do Real Madrid.

Com o time alemão desperdiçando uma chance de gol atrás da outra na primeira etapa, viu o Real exibir a eficiência de seu elenco e em uma rara investida, com Marcelo, aos 43 minutos de partida. O lateral-esquerdo do time espanhol pegou a bola em um chute rasteiro, de fora da área e marcou um golaço; o gol de empate do Real Madrid.

Marcelo marcou um golaço em cima do time alemão.Marcelo marcou um golaço em cima do time alemão.

Na volta ao gramado no segundo tempo, o técnico Zidane sacou Isco e em seu lugar colocou Asensio, que aos 11 minutos da etapa complementar iniciou a jogada que daria o gol da virada madrileña e por consequência, o gol da vitória espanhola. Em um contra-ataque rápido, Asensio pegou a bola depois de um erro de “Rafinha” pela ponta esquerda, invadiu a área e colocou a bola dentro da rede adversária.

A essa altura, o Bayern de Munique só tinha uma saída na partida, ir ao ataque, mas com as constantes falhas do primeiro tempo, continuava a desperdiçar chances de gols incríveis. Ribéry, o melhor jogador do time alemão em campo, organizava boas jogadas e corria muito, mas pecava na hora da conclusão e assim o Real Madrid jogando longe de sua torcida e fora de casa, conseguiu levar a vantagem até o apito final.

Agora, no Santiago Bernabeu, o Real Madrid pode empatar que estará classificado a grande final da Champions League, no próximo dia 26 de maio, em Kiev. Já para os “Bávaros”, será preciso superação fora de casa e melhoria na hora das finalizações para vencer o Real Madrid por dois gols de diferença se quiser levar a classificação de forma direta. Uma vitória por um gol de diferença do time alemão, a partida irá para a prorrogação, persistindo a igualdade no placar, a decisão será resolvida nas cobranças de penalidade.

Comentários