Olimpíadas podem ser canceladas! Sim, de acordo com o CEO dos Jogos Olímpicos - Toshiro Muto, o mesmo sugeriu nesta terça-feira, 20 de julho, que o comitê organizador do mesmo não descarta o cancelamento deste evento.

O motivo maior para essa possibilidade diz respeito ao crescente número de casos de COVID-19, que estão levando a calorosos discursos entre os membros organizadores da Olimpíada de Tóquio.

"Não podemos prever o que irá ocorrer em relação ao número de casos positivos de Coronavírus. Continuaremos a discutir se houver um aumento significativo do número deles".

Desde que o comitê organizador passou a analisar os dados - no dia 1º de julho, já registrou 67 casos positivos relacionados aos Jogos. Faltando apenas três dias para a abertura oficial das Olimpíadas de Tóquio, fora registrado um novo caso no dia de hoje (20).

E sobre a pandemia, Toshiro Muto diz que várias reuniões da comissão já foram realizadas, onde para eles é muito preocupante o aumento desses casos.

"Nós concordamos que, baseados na situação do coronavírus, conversaríamos novamente. Nesse momento, os casos podem cair ou subir, então vamos pensar no que fazer quando a situação mudar", finalizou o CEO de Tóquio.

Início das Olimpíadas

Na verdade, os jogos Olímpicos de Tóquio já iniciaram nesta terça-feira (20), com modalidades esportivas de menor destaque, porém, a abertura oficial só se dará na sexta-feira - 23 de julho; um dia antes teremos a estreia do Brasil - na modalidade do futebol masculino, enfrentando a Seleção da Alemanha, às 08h30 (de Brasília), numa reedição da final das Olimpíadas de 2016.