A 25ª rodada do Cartola FC foi repleta de surpresas. Como se não bastasse as repentinas mudanças nas escalações dos times horas antes do início das partidas, tivemos muitos jogadores roubando a cena nas pontuações no fim de semana.

Além de Gabigol, que passou de dúvida no mercado para maior pontuador da rodada, com 15,20 pontos, nos dois gols marcados diante do Santos, outro jogador pouco lembrado pelos cartoleiros que teve destaque foi o goleiro Everson, do Atlético-MG. Na vitória por 1x0 sobre o Athletico, fora de casa, o goleiro do Galo garantiu 12,8 pontos, com 2 defesas difíceis e com SG garantido.

Por outro lado, os preferidos da rodada, em sua maioria, decepcionaram. Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique, Luciano, Thiago Galhardo e Víctor Cuesta, que estavam entre os mais escalados da 25ª rodada, tiveram desempenho discreto, e derrubaram a pontuação de muitos cartoleiros.

Confira a seleção da 25ª rodada do Cartola FC

  • Everson (Atlético-MG): 12,80 pontos
  • Patric (Sport): 12,20 pontos
  • Fábio Santos (Corinthians): 12,20 pontos
  • Kuscevic (Palmeiras): 10 pontos
  • Iago Maidana (Sport): 8,30 pontos
  • Raphael Veiga (Palmeiras): 14,20 pontos
  • Otero (Corinthians): 12,40 pontos
  • Juninho (Fortaleza): 11,60 pontos
  • Gabriel (Flamengo): 15,40 pontos
  • Cano (Vasco): 12,60 pontos
  • Willian (Palmeiras):12 pontos
  • Abel Ferreira (Palmeiras): 9,97 pontos
  • Total de pontos do time: 143,67

Goleiros dominam maiores decepções da rodada

Se por um lado os grandes pontuadores da rodada são do setor ofensivo, as grandes decepções do fim de semana. A maior pontuação negativa ficou por conta de João Paulo, do Santos, que na goleada de 4x1 sofrida para o Flamengo, o jogador fez -9,30 pontos, com 4 gols sofridos, além de 8 passes incompletos, e 1 falta cometida.

Outra grande decepção foi Diego Cavalieri. O goleiro do Botafogo também teve péssimo desempenho diante do Internacional, fora de casa, na derrota por 2x1, e gerou grande prejuízo aos cartoleiros. Sua pontuação foi de -6,50 pontos, tendo 2 gols sofridos, 1 cartão amarelo e 5 passes incompletos.