Na pressão! Essa é a atual vida de Tiago Nunes - treinador do Corinthians, que após mais um resultado não tão favorável ao "Timão", passou a ser o alvo dos torcedores "alvinegros".

O Corinthians nesta última quarta-feira ficou no empate em 1 a 1, diante do Santo André - pelo Campeonato Paulista, em Itaquera e consequente viu a pressão sobre o time e mais propriamente dito - sobre o seu treinador aumentar ainda mais, devido aos últimos resultados do Corinthians em campo - lembrando que o clube paulista ainda neste mês de fevereiro foi novamente eliminado de forma precoce da Libertadores.

Tiago Nunes - treinador do Corinthians.
Tiago Nunes - treinador do Corinthians.

Porém, para o novo comandante corintiano ainda é "muito cedo" para que seu trabalho seja avaliado no "Timão"; mesmo admitindo dificuldades em reformular esse taticamente.

"Qualquer trabalho de qualquer treinador é muito cedo. O Corinthians a exemplo de outras épocas passa por um processo profundo de reformulação. Pegamos jogadores que jogaram poucas partidas no último ano, estamos tentando reestruturar ideias de jogo e o elenco. O que precisamos é dar sequência com uma ideia", afirmou o comandante técnico.

Na mesma coletiva após o confronto pelo Paulistão-2020, Tiago Nunes ainda revelou que irá manter o mesmo esquema tático e já vê o seu time melhor que os adversários na maioria das partidas, apesar dos tropeços em campo.

"Eu mudaria sem problemas se visse que não está tento produtividade. Estamos criando mais que os adversários. Ficamos mais tempo com a bola que o rival, finalizamos, sofremos poucos chutes. Não vejo razão para mudar se estamos próximos de vencer com essa ideia. É preciso tempo para maturar. Tempo é difícil falando do Corinthians. Já houve reestruturação aqui que demorou", completou.

Para encerrar, Tiago Nunes declarou que se precipitou com a estreia de Yony Gonzáles; se colando como culpado pelas más atuações do colombiano.

"Atropelei a preparação do cara. Vinha de tempo parado. Vi que força e velocidade seria importante naquele momento. Ainda estamos carentes de ver qual jogador se encaixa nessa profundidade. Atropelei a preparação do Yony. A responsabilidade do mau desempenho é minha", finalizou.

Com o empate diante do Santo André, nesta quarta-feira, o Corinthians chegou a nove pontos no Grupo D, onde é o segundo colocado na chave, podendo inclusive sair da zona de classificação em caso de vitória do Red Bull/Bragantino nesta quinta-feira - esse com oito pontos. O Santo André, adversário do Timão na última quarta-feira é o líder do grupo, com 19 pontos.