Campeonato Paulista-2018 pode ter seu fim decidido hoje, entenda - ATUALIZADO

STJD poderá definir os rumos da final do Paulistão nesta manhã de quarta-feira

Por
Compartilhe

Sem desistir de anular a final do Campeonato Paulista deste ano, o Palmeiras verá seu pedido junto a Justiça ser julgado pelo STJD nesta quarta-feira. É exatamente isso que você leu, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva poderá colocar nesta manhã um ponto final na decisão do Paulistão-2018 – onde o Corinthians sagrou-se campeão diante do Palmeiras.

Final do Campeonato Paulista - 2018.Final do Campeonato Paulista - 2018.

Depois de ver o TJD-SP negar seu pedido, o Verdão verá hoje o STJD votar o caso. A decisão que já foi adiada uma vez, visto que três auditores pediram vistas do processo; um novo julgamento então foi marcado e o mesmo será decido no Rio de Janeiro. A sessão começa às 10h.

Se durante o mesmo o STJD entender que a reclamação do Palmeiras procede, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva poderá devolver o caso para o Tribunal de Justiça Desportiva, de São Paulo, que irá julgar o caso em fase final – além desta possibilidade, o julgamento de hoje poderá também chegar a sua anulação.

O Palmeiras reclama que a arbitragem na segunda final do Campeonato Paulista, onde o mesmo enfrentou o Corinthians na ocasião, sofreu por influências externas na revisão da marcação de pênalti a favor do Timão, na segunda etapa da partida, onde o Corinthians acabou vencendo no tempo normal e a disputa acabou sendo decidida nas cobranças da “marca da cal”, com tiros livres – com vitória para o lado preto e branco.

Desde a final do Campeonato Paulista, o Palmeiras e a Federação Paulista de Futebol estão em guerra – literalmente. O clube rompeu com a entidade e não mandou representantes para a festa de encerramento do Paulistão. Durante o período do processo até aqui, o TJD puniu o presidente – Maurício Galiotte e o diretor jurídico do Palmeiras – Alexandre Zanotta por críticas ao torneio e para com o tribunal.

Atualização:

Em decisão unânime, auditores concluiram que não houve interferência externa na anulação do pênalti marcado para o Palmeiras, embasado nisso, o STJD nega pedido do "Verdão" de anulação da final do Paulistão e mantém o título com o Corinthians.

Mais sobre: palmeiras corinthians stjd
Comentários