Cássio virou o herói da última noite de quarta-feira ao defender duas cobranças de pênaltis do São Paulo na semifinal do Paulistão. Com um gol de Rodriguinho aos 47 minutos do segundo tempo, a decisão foi para as cobranças de tiro livre.

O meia que era dúvida antes do início do clássico paulista e que passou a semana com dores na coxa direita, realizou horas antes do jogo, um teste no vestiário e foi aprovado. Mesmo sem estar 100%, Rodriguinho deu a vitória ao Corinthians sobre o São Paulo nos descontos do segundo tempo - para ser mais preciso, aos 47 minutos.

Com a igualdade no placar somado - São Paulo havia vencido pelo mesmo placar o jogo de "ida", a decisão da vaga na final acabou sendo decidida nas cobranças de pênaltis. Rodriguinho, que tem 27 gols somados no ano, em 11 partidas e que até então havia sido o homem do Corinthians, bateu mal e desperdiçou sua cobrança de pênalti - batendo a meia altura, Sidão (goleiro do São Paulo) pulou certo no canto esquerdo e defendeu a cobrança.

Porém, ali começava a pintar o herói do clássico, o "salvador" corintiano. Cássio voltou a brilhar e com sua boa estatura, defendeu as cobranças de pênaltis de Diego Souza e Liziero.

Marcaram para o Corinthians: Mateus Vital, Clayson, Pedrinho, Maycon e Danilo.

Marcaram para o São Paulo: Lucas Fernandes, Bruno Alves, Reinaldo e Éder Militão.

Placar nas cobranças de pênaltis 5 a 4 para o Corinthians, que agora irá decidir a grande final do Paulistão-2018 contra o Palmeiras, às 16h30 deste sábado - a primeira partida da final do Campeonato Paulista será na Arena Itaquera. A grande final deverá ocorrer no domingo, dia 08 de abril, às 16h, na Alianz Arena.