Sem garantias de que o Campeonato Gaúcho será completado, Luciano Hocsman - presidente da Federação Gaúcha de Futebol diz que a competição será conduzida "um dia de cada vez".

"Eu não posso garantir os jogos que estão programados para quarta-feira. É tudo muito dinâmico. Espero que possamos realizar os jogos de quarta e quinta-feira de forma segura, conforme estamos trabalhando ao longo dos últimos meses. Garantia efetiva, acho que ninguém tem essa prerrogativa ou possibilidade de garantir algo em um período muito longo de tempo, porque é tudo muito dinâmico dentro deste processo de pandemia no estado", declarou ele em entrevista ao canal do SBT.

Com isso, a ideia da FGF é levar a competição dia após dia. Primeiro passo é a confirmação dos jogos desta quarta-feira, válidos pela quarta rodada do returno, em seguida será a vez dos duelos do final de semana e assim sucessivamente.

"Iremos aguardar a fase classificatória, depois as semifinais e finais. Se o Caxias vencer o turno a pergunta perde objetivo. Vamos fazer uma coisa de cada vez, um dia após o outro, uma fase depois da outra. Quando chegar à final da competição vamos analisar o cenário do estado e dos clubes. Se for preciso convocamos os finalistas para conversar sobre isso", respondeu Hocsman com relação as partidas finais do Gauchão 2020.

Assim como a retomada do Campeonato Gaúcho - como sua sequência, tudo isso depende dos vetos impostos pelos prefeitos de receberem os jogos nas praças onde os clubes são residentes. Por exemplo, Porto Alegre rejeitou o Gre-Nal, Pelotas rejeitou o clássico Bra-Pel, Novo Hamburgo por sua vez se negou a receber partidas e São Leopoldo será sede apenas dos jogos onde o Aimoré será dono do "campinho".

Não podemos esquecer que o Gauchão retornará com um grande clássico - o Gre-Nal, a partir das 21h30, no estádio Centenário, em Caxias do Sul - o duelo entre Grêmio e Inter terá transmissão ao vivo pela RBS TV e pelos canais Premier - do SporTV.