Através de uma nova videoconferência, a Federação Gaúcha de Futebol irá se reunir com os 12 representantes dos clubes que disputam a elite do Gauchão no dia de hoje; nesta reunião, os mesmos deverão discutir o futuro do calendário de 2020 e não à volta em si do torneio.

Vale lembrar, que na última semana, a própria federação solicitou aos clubes que prorrogassem as férias dos jogadores até o final deste mês - o que acabou ocorrendo não somente no Rio Grande do Sul, mas em todo o país - aqui falando do futebol.

A videoconferência convocada por Luciano Hocsman - presidente da FGF, será para atualizar os presidentes ou representantes desses clubes sobre possíveis cenários para a retomada do futebol com a liberação dos órgãos de saúde e do governo do estado - algo que para o futebol não deverá ocorrer em maio, conforme estava sendo especulado; a reunião também irá tratar sobre questões administrativas.

Presidente da FGF -
Presidente da FGF - Luciano Hocsman

Obviamente que os clubes terão o direito de expor os cenários que vivem atualmente, como por exemplo, dificuldades e situações particulares durante as férias e o período de quarentena.

De acordo com as últimas informações de bastidores da FGF, essa entende que os clubes para voltarem a campo necessitarão de pelo menos 10 a 15 dias de preparação - uma espécie de pré-temporada, o que nos mostra de fato que o Gauchão não deverá retornar no mês de maio.

Assim que possível retornar com os jogos, a entidade já sugeriu que esses pelo menos nessas últimas rodadas da fase de grupos, sejam com portões fechados e com restrições de circulação de profissionais de imprensa, funcionários e até mesmo com redução no número de atletas no banco de reservas.

Uma nova videoconferência que deverá tratar sobre a volta do futebol no Rio Grande do Sul está agendada para ocorrer na próxima semana, mais precisamente no dia 30 de abril.