A FGF (Federação Gaúcha de Futebol) tomou uma nova medida para o andamento do Campeonato Gaúcho. Desta vez, a federação suspendeu a competição por tempo indeterminado devido à pandemia do novo Coronavírus, mas rechaçou a ideia de cancelar o campeonato estadual de forma antecipada. Uma nova reunião com os clubes foi marcada para o dia 20 de abril com o objetivo de avaliar e definir a retomada e a conclusão do Gauchão.

A decisão foi tomada e anunciada na tarde da última quinta-feira após uma reunião por videoconferência com representantes dos 12 clubes da primeira divisão do Gauchão, além do presidente da FGF Luciano Hocsman.

Além da suspensão, equipes e federação decidiram de forma unânime não cancelar o campeonato de forma antecipada. Assim, o Gauchão terá partidas a disputar para definir campeão, rebaixamento e vagas nacionais na Série D e na Copa do Brasil, ambas para 2021.

Resta saber quando e em quantas datas. A FGF e os clubes aguardam uma posição da CBF para encaixar os compromissos restantes no calendário nacional.

Luciano Hocsman, presidente da FGF. (Foto:Lucas Bubols)
Luciano Hocsman, presidente da FGF. (Foto:Lucas Bubols)

De acordo com informações não-oficiais, a maioria dos clubes e a entidade tem o desejo de concluir a competição. A CBF também sinalizou que tinha a intenção de que os estaduais fossem concluídos, mas tudo depende de como a pandemia do novo Coronavírus irá prosseguir no Brasil.

O Gauchão estava suspendo pelo prazo de 15 dias desde a última segunda-feira, quando um primeiro encontro ocorreu de forma presencial na sede da FGF. Restam três rodadas, semifinais e final do segundo turno, além das duas finalíssimas, para a conclusão do campeonato.