No Grenal dos reservas, deu Grêmio na Arena

O Tricolor se deu melhor no clássico 418, neste último domingo; com o time da casa saindo vitorioso e com a primeira colocação garantida na primeira fase do Gauchão-2019 - o Inter terminou a rodada na terceira colocação.

Por Minha Torcida
Compartilhe

E mais um Grenal na história do Campeonato Gaúcho foi disputado neste final de semana – o Grenal de número 418. O clássico por si só é mais que um duelo entre Grêmio e Internacional, é uma paixão dos “gaúchos”, que param tudo para torcer por seus times e no final da mesma terem motivos para brincar, zoar e às vezes, até mesmo brigarem por sua “paixão”.

Entretanto, o “Grenal 418” que foi vencido pelo Grêmio na Arena, neste último domingo, não ficou marcado por encrenca entre as torcidas, brigas ou qualquer tipo do gênero, mesmo assim, o clássico estadual ficou marcado fora de campo, mas pelas próprias equipes que decidiram escalar seus times “reservas” ou “alternativos”, como os treinadores gostam de chamá-los.

Um escalou seus reservas por retaliação, já o outro, por precaução – Inter e Grêmio respectivamente pouparam seus “titulares” para o clássico 418, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho – a penúltima na fase classificatória e mesmo assim, a Arena do Grêmio recebeu um público de mais de 40 mil pessoas, entretanto, o futebol a eles apresentado não foi digno dessa torcida.

Nonato foi um dos pivos do Grenal - 418.Nonato foi um dos pivos do Grenal - 418 - imagem: SporTV.

O Inter que havia comunicado na última sexta-feira através de seu presidente – Marcelo Medeiros que entraria no Grenal com sua equipe reserva ou alternativa por retaliação ao “TJD” que aumentou a punição de Nico López as vésperas do clássico – por esse ter sido expulso da partida diante do Juventude, em fevereiro, começou o clássico mais recuado, chamando o time do Grêmio para cima – com um time praticamente de “novatos” em grenal, o time se mostrava bastante afoito, tenso e as vezes violento e foi aí que o Colorado perdeu um de seus jogadores – Nonato, o meia que é uma das revelações do time em 2019, entrou em seu primeiro clássico Grenal pilhado, muito nervoso e depois de três faltas em sequência e após já ter sido advertido com um cartão amarelo e posteriormente ter sido novamente advertido pelo árbitro da partida – agora sem o cartão, Nonato teimou em cometer faltas sem necessidade, sendo imprudente e mostrando ainda sua falta de maturidade, entretanto, Daronco – o árbitro do clássico Grenal não quis saber se ele estava nervoso e não poupou o meia e o mandou para o chuveiro mais cedo – aos 28 minutos ainda da etapa inicial, tornando assim o jogo mais fácil para os donos da casa, que entraram em campo com seus reservas por motivo de precaução – evitando lesões aos titulares, segundo as próprias palavras de seu treinador.

Com o Colorado tendo um a menos em campo, o Grêmio começou a gostar do jogo e a criar mais chances; com um Inter acuado e recolhido em seu campo, o time comandado por Renato Portaluppi avançou suas linhas e aos 42 minutos do primeiro tempo, Leonardo – único titular gremista no Grenal até ali (lembrando que no segundo tempo Everton entrou em campo), marcou o gol que deu a vitória ao “Tricolor” no clássico 418.

Leonadro - com a bola, foi o autor do gol gremista no clássico dos "reservas" - porém, ele foi o único titular gremista que iniciou o Grenal.Leonadro - com a bola, foi o autor do gol gremista no clássico dos "reservas" - porém, ele foi o único titular gremista que iniciou o Grenal.

Com o fim da primeira etapa, os jogadores foram para seus respectivos vestiários e na volta ao gramado para o segundo tempo, o Inter voltou diferente, com Trellez no ataque – no lugar de Pedro Lucas, que pouco fez dentro de campo nos primeiros “45 minutos”. A troca realizada por Odair Hellmann até que deixou sua equipe mais encaixada no meio de campo e esse então começou a dominar o duelo na etapa final – com um Grêmio satisfeito com o resultado, o Internacional por muito pouco não chegou ao gol de empate com vários cruzamentos na área gremista – mesmo estando com um a menos em campo. Porém, o time da casa soube se fechar e quase sem emoção alguma na etapa complementar, o Grenal 418 chegou ao seu fim, com vitória tricolor no “clássico dos reservas”.

Com o término de mais um Grenal, o Grêmio mesmo tendo mais um jogo na fase classificatória, termina a mesma na liderança e com isso terá a vantagem de jogar em casa na fase de mata-mata até o final da competição – o time de Renato Portaluppi encara na última partida desta fase o Pelotas, na Boca do Lobo, às 21h30. Já ao Colorado, que encerrou a 10ª rodada na terceira colocação do Gauchão (com os mesmos 19 pontos do Caxias – segundo colocado), terá a chance de buscar a vice-liderança na última rodada, quando na próxima quarta-feira encara o Novo Hamburgo, no Beira-Rio, às 21h30. O Caxias no mesmo horário da “dupla” grenal encara o São José, no Passo D’Areia.

Veja abaixo a tabela de classificação e a última rodada da fase de grupos do Gauchão-2019:

 

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal