Winck é apontado pelo árbitro como o causador da confusão no jogo entre Juventude x Inter

Dentro do gramado do Alfredo Jaconi, o Internacional foi um pouco melhor que o Juventude e venceu a partida pelo placar de 2 a 1, com gols de Nico López e Pedro Lucas. Dalberto descontou para o time da casa nos minutos finais do duelo.

Por Minha Torcida
Compartilhe

E agora? Para o árbitro da partida entre Juventude x Internacional – partida essa realizada no último domingo pela sexta rodada do Campeonato Gaúcho, Luiz Carlos Winck foi o pivô de toda a confusão causada no final da primeira etapa do jogo realizado no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

O árbitro Vinicius Gomes do Amaral relatou em súmula ainda que Victor Sallinas e Nico López trocaram agressões e também foram punidos com cartão vermelho – mas o técnico do Juventude e seu auxiliar foram ainda relatados com “atitude antidesportiva” – um agravante a mais para eles no que se refere a suas defesas.

Confusão generalizada no clássico "Juvenal".Confusão generalizada no clássico "Juvenal".

No mesmo documento, o árbitro da partida relata que Winck e seu auxiliar – José Carlos Marquês da Silva foram os causadores de toda confusão, como você pode ler abaixo:

“Aos 43 minutos de jogo na primeira etapa, após a bola sair pela linha lateral na frente da área técnica da equipe do Juventude, o treinador Sr. Luiz Carlos Coelho Winck e seu auxiliar técnico, Sr. José Caros Marquês da Silva, realizaram uma atitude antidesportiva. O treinador puxou a bola para trás com o pé e obstruiu com seu corpo a passagem do jogador do Internacional, Sr. William de Oliveira Pottker, retardando assim o reinício do jogo. Após essas condutas o auxiliar técnico ainda foi atrás do jogador do Internacional e tentou lhe empurrar pelas costas. Vale salientar que essas atitudes descritas foram às causadoras da confusão generalizada entre membros técnicos e jogadores de ambas as equipes, causando empurra-empurra e xingamentos”, descreveu o árbitro da partida.

Ainda no mesmo documento, Vinicius Gomes do Amaral justificou a expulsão do zagueiro do Juventude e do atacante Colorado – onde o mesmo relatou troca de agressões.

Dentro do gramado do Alfredo Jaconi, o Internacional foi um pouco melhor que o Juventude e venceu a partida pelo placar de 2 a 1, com gols de Nico López e Pedro Lucas. Dalberto descontou para o time da casa nos minutos finais do duelo.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal