Minha Torcida Logo

FGF muda a data do Gre-Nal novamente

Clássico sofreu a sua quarta alteração em seu cronograma. Desta vez, pedido foi da emissora de TV que tem os direitos de transmitir a partida. Nova data está definida para 17/03, às 19h.

Por
Compartilhe

O 1º Gre-nal da temporada de 2019 já movimenta os bastidores do futebol gaúcho. Se não é pelo fator dos jogadores, provocações e tudo mais que envolve o clássico, a grande expecativa é pela certeza de qual data e horário será confirmada a partida.

Durante o dia de ontem, a Federação Gaúcha de Futebol havia confirmado a alteração da data e horário do clássico, que estaria confirmado para o dia 16/03, em um sábado, às 19h. Agora, uma nova mudança foi estabelecida, e acredite, foi confirmada uma nova alteração.

Segundo a federação,  o grupo de emissoras de TV detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Gaúcho de 2019 pediu para que o confronto tivesse sua data alterada, e o pedido foi atendido. Conforme publicação da própria federação via Twitter, o clássico Gre-Nal voltou para a data anterior, no domingo, dia 17/03, às 19h.

Em 2018, Grêmio e Internacional duelaram por 5 vezes.Em 2018, Grêmio e Internacional duelaram por 5 vezes.

Vale lembrar que esta é a quarta mudança no cronograma do clássico gre-nal. O principal ponto de discussão é uma possível maratona de jogos decisivos, já que no início de Março, a dupla gre-nal terá 2 jogos da fase de grupos da Copa Libertadores em um intervalo de 7 dias. Portanto, a polêmica da data do maior clássico gaúcho promete ainda ter alguns capítulos.

A mudança anterior existiu graças a um pedido da diretoria do Grêmio, que justificou um calendário muito apertado, se tivesse o clássico marcado para o domingo. Com isso, antecipou-se para o sábado. Será a edição de número 418 do maior clássico do sul do Brasil.  No histórico, são 156 vitórias coloradas, contra 130 vitórias do Grêmio, além de 131 empates.

Mais sobre: gremio inter gre-nal
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais