Grêmio goleia Brasil de Pelotas e está com a mão na taça do Gauchão

Tricolor se prepara para levantar a quarta taça em menos de um ano e meio.

Por
Compartilhe

O Grêmio triturou o Brasil de Pelotas, em casa, neste domingo, por 4-0 e está virtualmente com as mãos na taça do Campeonato Gaúcho de 2018. Com nova bela atuação do centro-avante Jael e em tarde de Everton, o tricolor fez o resultado na segunda etapa e praticamente liquidou a fatura. Será improvável que o Brasil reverta esta situação - fato que também ocorreu contra Internacional e Avenida, neste campeonato. Alisson e Ramiro também marcaram.

Resta uma partida para o fim dos estaduais pelo Brasil. Na grande maioria do país, durante o fim de semana, foram disputadas as primeiras partidas das finais estaduais, mas no Rio Grande do Sul, ainda que ambos os times preguem confiança e humildade, a taça já parece ter destino certo. 

Leia também:

 

Retranca adversária

As propostas em campo eram distintas e muito bem distinguíveis - o Grêmio iria tocar a bola até encontrar uma porta aberta na retranca fechada estabelecida pelo técnico do Brasil de Pelotas Clemer. Até quase o fim do primeiro tempo estava tudo correndo bem para o Brasil e, porque não, também para o Grêmio (apesar das poucas chances de finalizar, se mantinha calmo e tocando a bola). Em uma escapada, Calyson recebeu boa bola e poderia ter aberto o placar na Arena. Não aconteceu. Para piorar e, talvez, mudar o panorama da partida, o lateral do Brasil, Éder Sciolo - que já havia tomado um cartão amarelo por colocar a mão na bola - dividiu com Luan uma no alto e levou novo cartão amarelo, ocasionando então a expulsão do jogador antes mesmo do intervalo.

Falta que rendeu expulsão a Éder ScioloFalta que rendeu expulsão a Éder Sciolo

Jogadores e comissão técnica xavante reclamaram da aplicação da regra, mas não convenceram o árbitro Anderson Daronco a voltar atrás. 

Segundo tempo arrasador

É compreensível dizer que, com um jogador a menos, o Brasil de Pelotas não conseguiu mais fechar todos os espaços sondados pelo Grêmio, mas não dá para jogar o mérito gremista sobre a expulsão de Sciolo. No entanto, o tricolor precisou de 47 segundos para abrir o placar com Everton, depois do belo passe de Jael.

Jael deu passe e Everton abriu o placarJael deu passe e Everton abriu o placar

O que se viu então foi outro amplo domínio tricolor, mas desta vez com mais chegada na área e outras tantas chances de gol. Então, aos nove minutos, o Grêmio chegou de novo, com comparticipação de Jael - que recebeu cruzamento de Maicon - tentou de cabeça para a grande defesa de Marcelo Pittol, porém a bola ainda sobrou para Alisson mandar para dentro.

Um pouco desajeitado, Alisson mandou a bola para as redesUm pouco desajeitado, Alisson mandou a bola para as redes

O Brasil de Pelotas ficou completamente desnorteado com os gols gremistas e aceitou a superioridade do time da casa. Na troca de passes Jael recebeu de costas para o gol, tocou de letra para encontrar Everton, de novo, na entrada da área; o atacante bateu com categoria na saída do goleiro e ampliou aos 24 minutos.

Novo passe de Jael (de letra) e belo gol de EvertonNovo passe de Jael (de letra) e belo gol de Everton

E para fechar a goleada, aos 31 minutos com falta na intermediária, Ramiro bateu forte, contou com o auxilio do goleiro Marcelo Pittol e definiu o placar do jogo de ida da final. 4-0 de presente de páscoa para os torcedores gremistas. Everton, por pouco, não fez um hat-trick, mas a bola parou na trave. 

Leia também:

Ramiro fechou a contagem com ajudinha do goleiro PittolRamiro fechou a contagem com ajudinha do goleiro Pittol

Antes do fim do jogo o Brasil ainda teve uma boa oportunidade de descontar, mas encontrou pela frente Marcelo Grohe. O chute tinha endereço, mas o goleiro gremista tocou na bola para evitar o gol. 

Jogo da volta

No próximo domingo, no estádio Bento Freitas em Pelotas, será entregue a taça para o Campeão Gaúcho de 2018. Para tirar o título das mãos do Grêmio, a equipe comandada por Clemer precisa de uma verdadeira epopeia com vitórias que envolvem 5 gols de diferença. O Grêmio pode perder por até 3-0 que ainda fica com a taça. Impossível? Claro que não. 

O que dizem os treinadores

Como era de se esperar, o Técnico Renato Gaúcho pregou respeito ao time do Brasil: "Aproveitamos bem o segundo tempo com um a mais. Isso é fundamental. O importante era sair com uma pequena vantagem. Fizemos uma boa vantagem. O Grêmio não é campeão ainda. Seguiremos respeitando o adversário. Há mais 90 minutos no domingo", disse. 

Renato reverencia a torcida após goleadaRenato reverencia a torcida após goleada

O treinador também lembrou a decisão contra o Inter, em que o Grêmio perdeu a partida de volta pelas quartas de final no Beira-Rio: "O próprio Grêmio (tira o título do Grêmio). Faltou pouco da outra vez. Aprendemos. Se o Grêmio entrar determinado, será muito difícil o Brasil tirar. Mas se você entra relaxado e sentado na vantagem, isso pode ocorrer", finalizou Renato.

Pelo outro lado, o Técnico Clemer criticou os critérios de avaliação do árbitro Anderson Daronco no jogo e para ele, a expuslão estragou o confronto: "Dentro daquilo que a gente tinha planejado, as coisas estavam acontecendo. Na verdade o Daronco estragou o jogo, estragou o espetáculo. Poderia ser outro jogo. Se tivessem as coisas iguais, tenho certeza que não ia acontecer (a goleada). Agora vamos tentar fazer o nosso jogo lá com dignidade. A gente sabe que é difícil reverter o resultado" lamentou. 

Clemer achou que o árbitro prejudicou o espetáculoClemer achou que o árbitro prejudicou o espetáculo

Clemer também destacou o equilibrio do jogo na primeira etapa: "Imagina jogar com o Grêmio com um a menos? Já fica muito mais difícil. A equipe se portou muito bem. O jogo estava equilibrado, a gente fez uma marcação, dentro do nosso planejamento, meio baixa para tirar os espaços do Grêmio. No primeiro tempo a melhor chance foi nossa, no cruzamento do Artur que o Calyson errou a cabeçada. O Grêmio tinha muita posse de bola, mas não conseguia furar o nosso bloqueio. A proposta de jogo era essa.", completou.

O Grêmio ainda joga na quarta-feira, na Arena do Grêmio, diante do Monagas, pela Libertadores da América, às 19h15. 

 

 

 

Comentários