Grêmio e Avenida saíram de campo na Arena do Grêmio nesta quarta-feira com um placar igual (1-1). O resultado e a classificação, no entanto, ficaram favoráveis ao time da casa - que venceu a primeira partida po 3-0 e podeia até perder por 2-0 que ainda assim carimbava vaga na final. Arthur e Diego Torres marcaram os gols da partida. As partidas serão disputadas em dois finais de semana, a primeira neste domingo em Porto Alegre e o jogo da volta em Pelotas, no estádio Bento Freitas (o Brasil chegou à final com a melhor campanha do campeonato).

Em noite praticamente protocolar, o Grêmio recebeu na Arena o Avenida de Santa Cruz do Sul para decidir quem iria disputar as finais do Campeonato Gaúcho 2018 contra o Brasil de Pelotas. O adversário da final já havia conseguido a classificação nos pênaltis diante do São José, minutos antes da bola rolar em Porto Alegre. E no jogo principal também não haveria grandes surpresas, afinal, o Grêmio venceu a partida de ida por 3-0 na casa do adversário. Destaque para o terceiro gol de Arthur em 2018 (o jovem de R$ 160 milhões disputou apenas três partidas depois de se recuperar de lesão). 

O jogo

Com resultado na mão e sem nenhum motivo para estressar a musculatura dos seus jogadores, Renato Gaúcho lançou a campo um time misto com Maicossuel, Hernane, Alisson e o goleiro Paulo Victor; mas usou também a partida para fazer testes, como por exemplo, Arthur e Maicon jogando juntos. O que se viu em campo foi muito semelhante com a partida de Santa Cruz do Sul, com o Grêmio tocando a bola para lá e para cá, em busca de um espaço para tentar um arremate. Do outro lado, o Avenida estava postado praticamente no seu campo de defesa, esperando uma bola de contra-ataque. 

Depois de algumas tentativas, aos 30 minutos, Arthur recebeu passe de Hernane, chutou firme no canto do goleiro Rodrigo Santos e abriu o placar. Foi o terceiro gol do volante em praticamente menos de quatro jogos. Antes ainda do intervalo, o tricolor construiu chances com Alisson, Luan e o lateral Madson.

Na segunda etapa o Grêmio reduziu a intensidade e deixou o adversário trabalhar a bola, nesta altura a vaga estava garantida. O Avenida ainda tentava diminuir a vantagem do Grêmio e teve seu esforço recompensando aos 18 minutos; depois da cobrança de escanteio, Diego Torres sequer pulou para cabecear e tirar a bola do alcance de Paulo Victor. 

Depois do empate, os jogadores do Avenida ainda tentaram uma reação, mas também já enfrentavam problemas físicos e cansaço. Restou aguardar o fim da partida para exaltar a belíssima campanha neste Gauchão (vale lembrar que o Avenida subiu da divisão de acesso no ano passado e a meta era permanecer na elite do futebol do estado). 

Fala Renato

O treinador gremista comentou em entrevista coletiva que o time tirou o pá naturalmente por já ter o resultado assegurado: "Foi que nem no Gre-Nal. Com 3 a 0, tem uma boa vantagem, de repente você senta na vantagem. Mas não foi ordem. Buscamos a vitória o tempo todo, tivemos mais chances de gols, mas não aproveitamos. O Avenida foi muito bem, tem que dar os parabéns aos jogadores e ao treinador. Em nenhum momento foram desleais. O primeiro tempo foi praticamente ataque contra defesa, fizemos só um gol. No segundo, tiramos o pé do acelerador, até porque tem o desgaste", avaliou o técnico.

Fala Luan

O camisa 7 gremista também comentou  a vaga na final: "Sabíamos da nossa capacidade, do que nossa equipe é capaz de fazer dentro das partidas. Estamos na final. O Renato falou quando estávamos em último: ele bancou que iríamos classificar, uma vaga era do Grêmio. Compramos isso com ele. Sabemos de nossa capacidade. É uma final, temos de estar preparados para buscar o título", disse.

Luan comemora com os companheiros Arthur e Hernane

Finais

O Grêmio - que chegou a segurar a lanterna da competição quando usou time de trasição nas cinco primeiras rodadas e esteve ameaçado de rebaixamento - chega à final do Gauchão depois de três anos; o tricolor tem também a oportunidade de levantar o caneco depois de oito anos. A primeira partida da final será disputada na própria Arena, neste domingo 01/04, às 16h. O time ainda tem uma partida da Libertadores no meio de semana (também na Arena) e volta a enfrentar o Brasil de Pelotas no estádio Bento Freitas, no domingo dia 08/04, também às 16h.