Autorizado! Sim, a bola está autorizada para voltar a rolar nos gramados do Rio de Janeiro depois de três meses de paralisação do futebol no estado por conta do novo Coronavírus.

Em uma coletiva de imprensa concedida na manhã desta terça-feira, o Prefeito Municipal do Rio de Janeiro - Marcelo Crivella anunciou a segunda fase de flexibilização das medidas restritivas na cidade e entre essas, a volta das competições esportivas, com portões fechados ao público.

Porém, uma reunião que será realizada nesta próxima quarta-feira entre a Prefeitura e os clubes, definira certas as datas da volta do estadual no Rio de Janeiro. Lembrando mais uma vez que todos estão liberados a partir de amanhã, mas ninguém será obrigado a entrar em campo, como é o caso de Botafogo e Fluminense que são contrários a essa decisão da FERJ em acelerar a volta do futebol no estado. Ambos os clubes acreditam que não há segurança suficiente para o retorno ao trabalho enquanto a pandemia não for controlada.

A FERJ e os clubes deverão se reunir nesta terça-feira à noite para debaterem sobre o assunto, com nova reunião do Arbitral, marcada para as 20h (no horário de Brasília).

Maracanã - o principal palco do Rio de Janeiro - imagem: arquivo
Maracanã - o principal palco do Rio de Janeiro - imagem: arquivo

Veja agora abaixo trecho da coletiva concedida pelo prefeito do Rio de Janeiro - Marcelo Crivella:

"A fase permite. Porém, depende de amanhã com a Federação porque o Botafogo e o Fluminense querem ter o direito e têm todo o direito... É o que eu estava explicando, ninguém será obrigado a seguir os passos da Prefeitura. A pessoa decide o que ela decide. Eles não querem jogar. Então, para não ter judicialização e suspender o Campeonato mais uma vez pelo Tribunal de Justiça, que é sempre muito prudente, quando a pessoa pede a liminar eles concedem... A ideia é fazer um acordo. Quem quiser jogar, joga. Quem não quiser, tem que ser respeitado e jogar somente em julho", declarou o político.