Ponte Preta protocola denúncia no STJD contra o Goiás por suposta irregularidade

A decisão de entrar com a ação no "Tribunal" se deu após uma longa reunião com o procurador-geral da entidade – Felipe Bevilacqua.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A Ponte Preta “prometeu” e “cumpriu”! Depois de ficar sabendo do “caso Ernandes”, a direção do clube paulista viu uma brecha para se beneficiar e lutar pela vaga na Série A, do Brasileirão 2019.

Com os mesmos 60 pontos do Goiás ao final da “Série B”, mas sem conseguir o acesso a elite do futebol brasileiro devido aos critérios de desempate, a Ponte Preta protocolou nesta última quinta-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportivo – STJD, uma ação contra o clube goiano devido a supostas irregularidades no registro do lateral-esquerdo Ernandes.

Ernandes (a frente), atuou pelo Goiás e pelo Ceará, em divisões diferentes, em 2018.Ernandes (a frente), atuou pelo Goiás e pelo Ceará, em divisões diferentes, em 2018.

A decisão de entrar com a ação no STJD se deu após uma longa reunião com o procurador-geral da entidade – Felipe Bevilacqua. A mesma foi tomada por entender que a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva não iria se mover em relação ao caso, com isso os advogados do clube paulista protocolaram tal medida.

Com tudo protocolado, o próximo passo é aguardar um posicionamento da “Procuradoria”, que deverá receber a informação sobre a ação da Ponte Preta nesta sexta-feira e dar início a análise do mesmo na próxima segunda-feira, para só então definir se acatará a denúncia ou se irá arquivar o caso.

Mesmo ciente de que o caso pode dar em nada, a direção da Ponte Preta acredita que fez o que era necessário e que não podia ficar passiva no caso, onde viu uma brecha para quem sabe conseguir o acesso a Série A, em 2019.

Entenda o caso:

De acordo com denúncia, Ernandes estaria atuando com a sua data de nascimento irregular, uma vez que segundo a “denúncia” o jogador é dois anos mais velho do que mostra o registro dele no Boletim Informativo Diário – o famoso BID; assim sendo, Ernandes seria mais um caso de “gato” no futebol. O lateral defendeu o Goiás em 31 partidas na Série B e ainda uma partida na Série A, onde defendeu o Ceará, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro contra o Santos.

Se após a verificação da denúncia feita pela Ponte Preta o STJD acreditar que os clubes acima citados agiram de má-fé, por uma suposta escalação irregular do atleta em questão, o Ceará poderá vir a ser rebaixado no lugar do Sport e a Ponte Preta poderá herdar a vaga do Goiás, no acesso a Série A.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal