Sinal verde para a Confederação Brasileira de Futebol colocar em prática o plano de retorno dos torcedores aos estádios de futebol. Sim, a CBF foi informada pelo Governo Federal e pelo Ministério da Saúde que poderá colocar em pratica o estudo de retorno do público aos estádios, com uma capacidade de até 30% destes presentes nos jogos.

Além disso, o MS colocou como condição básica que cada estado e município realize seus protocolos e adote medidas sanitárias apropriadas para o recebimentos dos torcedores nos estádios em dias de jogos.

A informação foi dada pelo jornal "O Globo", que publicou em sua edição desta terça-feira o referido assunto, porém, a CBF ainda não se manifestou sobre o tema. Vale lembrar que em julho deste ano, o Presidente da Comissão Nacional de Médicos de Futebol - Jorge Pagura dizia que isso só seria possível depois da vacina contra o Coronavírus.

Se isso for realmente aprovado em conjunto pela CBF e pelos municípios e governos estaduais, de que forma funcionaria?

Como?

Seria apenas liberada a entrada de 30% da capacidade máxima dos estádios; sem torcida visitante.

Quando?

A proposta do Ministério da Saúde ainda analisa a ideia e não colocou uma data específica para que isso venha a ocorrer, mas a presença do público nos estádios pode ser liberada já no mês de outubro.

Mesmo com os clubes do Rio de Janeiro fazendo força junto aos órgãos públicos e com a FERJ pela liberação dos torcedores aos estádios - ou parte deste; a CBF mesmo ainda não tendo se manifestados a respeito do assunto defende a uniformidade da decisão para ter assim um equilíbrio técnico, ou seja, que a liberação seja para todos os estados e não somente no RJ.