A briga pela transmissão do Brasileiro 2020 está boa! Com a nova Medida Provisória-984 aplicada pelo Presidente da República - Jair Bolsonaro, a transmissão dos jogos da primeira rodada do Campeonato Brasileiro poderia ser realizada por qualquer emissora que o clube mandante tivesse interesse, no entanto, a Rede Globo abriu um processo para evitar que a Turner tenha esse poder - pelo menos envolvendo clubes da qual a Globo tem contrato assinado.

Dias depois de ter anunciado a tabela detalhada do Brasileirão 2020, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou que as transmissões poderão seguir a MP, contrariando a Globo. Salientando que a MP-984 em questão salva o poder de transmissão de seus jogos aos clubes mandantes - antes disso era necessário um acordo entre as duas equipes envolvidas no confronto.

Entendendo que a nova legislação não tem validade para contratos já assinados, a Globo busca seus direitos na justiça e essa "novela" promete muitos capítulos no decorrer desta temporada, visto que alguns advogados e juristas concordam com a emissora e outros discordam. Assim, a empresa norte-americana decidiu que irá exibir os jogos dos clubes mandantes com quem tem contrato, mesmo que os visitantes sejam assinantes da Rede Globo.

Atualmente a Globo tem contrato com os seguintes clubes para a transmissão do Campeonato Brasileiro 2020:

TV aberta, fechada e Pay-Per-View (Globo)

Atlético-GO, Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, São Paulo, RedBull Bragantino, Sport e Vasco

TV aberta e Pay-Per-View (Globo)

Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos

TV Fechada (Turner)

Athletico, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos

O Furacão, ou seja, o Athletico tem ainda acordo fechado com a Rede Globo para a transmissão de seus jogos na TV aberta.