As últimas informações a respeito do futebol no Brasil dão conta de que a Rede Globo enviou uma carta aos clubes do Brasileirão, propondo reduzir o pagamento das cotas de direito de transmissão do torneio durante três meses. Segundo o jornalista Marcel Rizzo - do site "UOL", o motivo seria a pandemia do novo Coronavírus.

A redução começaria a valer a partir do último mês, ou seja, de abril até junho - redução essa que faz parte dos 40% fixos do contrato pagos ao longo do ano. A emissora aqui em questão teria pedido uma resposta até essa terça-feira e entre os clubes que teriam concordado com essa redução, estariam apenas o Coritiba e o RedBull Bragantino.

De acordo com o site acima citado, as parcelas destas cotas para esses três meses seriam no valor de R$ 396 mil e não os R$ 1,1 milhão - que voltariam a serem pagos normalmente a partir de agosto. Segundo o mesmo, as cotas mensais já pagas superam os R$ 2 milhões.

Globo - emissora que detém os direitos de imagem do Brasileirão.
Globo - emissora que detém os direitos de imagem do Brasileirão.

Para a Rede Globo, os descontos agora aplicados seriam repassados mais adiante, no final do ano (entre os meses de julho e dezembro) - levando em conta o cenário atual. Os clubes que assinaram com a emissora (TV aberta e fechada) receberam normalmente as cotas de janeiro, fevereiro e março - totalizando R$ 22 milhões por equipe.

Clubes como Athletico, Bahia, Ceará, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos - nada receberam da emissora no ano de 2020 - até aqui. No entanto, alguns dirigentes dos clubes "afiliados" com a Globo não gostaram nada da ideia, onde vários desses alegam "oportunismo" da emissora em meio a crise, visto que as cotas de patrocínio para a temporada já haviam sido tratadas com antecedência.

Há quem diga que se os clubes em sua grande maioria não aceitarem a proposta, a Globo poderá entrar com um recurso via justiça - alegando impacto causado pela pandemia; lembrando que a mesma já suspendeu cotas de alguns campeonatos regionais por causa da paralisação do futebol no país.