Ainda em meio à pandemia do Coronavírus que assola o mundo inteiro, clubes brasileiros das Séries A e B garantiram a realização do Brasileirão em sua integra e com seu atual formato, ou seja, com as 38 rodadas.

A informação foi repassa por dois dirigentes desses clubes - um da Série A e outro da Série B, que mais tarde foram ouvidos pelo site "UOL Esporte" e esse confirmaram a informação. Além disso, ambos confirmaram que entregaram uma carta a Rede Globo firmando a realização do Campeonato Brasileiro em sua integra, com a estratégia de garantir os pagamentos televisivos em um período de crise e indefinição no calendário futebolístico.

Depois de participarem nesta última segunda-feira de uma videoconferência com a CBF e a Comissão Nacional dos Clubes, os dirigentes das Séries A e B querem que a emissora acima citada, antecipe se possível, os valores dos próximos meses para não passarem por dificuldades financeiras.

Brasileirão 2020.
Brasileirão 2020.

A "desculpa" é de que todos os clubes estão passando por necessidades e dificuldades, dando como garantia, a realização do Campeonato Brasileiro em sua integra - tanto da Série A, quanto na Série B. Ainda com relação a esse assunto, no que depender desses, não haverá a menor chance do Brasileirão vir a ser disputado em uma nova "versão" - com sistema de mata-mata, como no último mês chegou a ser cogitado.

Para esses, os compromissos com a TV são mais importantes e são fundamentais para que as contas sejam cumpridas dentro de cada entidade.

Atualmente os pagamentos dessas cotas de direito de transmissão estão suspensas pela Globo, principalmente dos campeonatos estaduais - tudo isso devido a paralisação do futebol em nosso país. Dentre os torneios regionais, apenas o Gaúcho e Mineiro tiveram suas cotas pagas - até porque foram efetuadas antes da paralisação do futebol por conta da "COVID-19".