Certamente, uma das histórias inusitadas desta edição do Campeonato Brasileiro envolveu o nome do lateral-direito Rodinei, do Internacional. O roteiro envolvendo a doação do torcedor Elusmar Maggi Scheffer, que doou R$ 1 milhão para que o Internacional pagasse a multa contratual do empréstimo do lateral, e que culminou com a expulsão do jogador, segue sendo mais um capítulo da polêmica envolvendo as últimas rodadas do brasileirão.

Depois da derrota do Internacional, o ilustre torcedor veio a público novamente para afirmar que irá novamente atuar nos bastidores para tentar ajudar seu time de coração. Isso porque, em entrevista à Rádio Gaúcha, Elusmar afirmou que se depender dele, o São Paulo terá um incentivo a mais na última rodada, onde enfrenta o Flamengo:

"Vou injetar dinheiro no São Paulo para a gente ser campeão. Vou estudar com a minha parte jurídica como proceder. Vai ser 1 a 0 para a gente contra o Corinthians." afirmou Elusmar.

Duelo entre Flamengo e Internacional ficou marcado por polêmica expulsão do lateral-direito Rodinei. (Foto:Reprodução)
Duelo entre Flamengo e Internacional ficou marcado por polêmica expulsão do lateral-direito Rodinei. (Foto:Reprodução)

Sabendo disso, o Flamengo também já começou suas movimentações. Logo após a bombástica declaração, o vice-presidente do Flamengo, Rodrigo Dunshee, afirmou que irá à policia para prestar notícia-crime, alegando que a prática insinuada pelo torcedor colorado seria ilegal.

"Manipulação de resultado sob qualquer forma é crime previsto no estatuto do torcedor, ainda mais quando são jogos da loteria federal. Hoje mesmo vamos encaminhar notícia crime ao MP e à polícia. Esse torcedor pode ser rico, mas vê-se que não é preparado." afirmou o dirigente rubro-negro em uma de suas redes sociais.

O que diz a lei sobre a situação?

Primeiramente, é importante afirmar que independente do que aconteça, será necessário provar uma possível ajuda financeira. Se for considerada manipulação de resultado, de fato, pode-se ter como consequência inclusive a anulação da partida, ou até mesmo a derrota do time "beneficiado" pelo placar de 3x0, mesmo placar da situação de W.O.

Entretanto, é muito difícil que haja alguma comprovação deste ato. Historicamente, existem diversas teorias envolvendo resultados na rodada final da competição desde que o sistema de pontos corridos foi adotado, no ano de 2003.

O agravante justamente é o fato do torcedor colorado ter exposto a vontade de realizar tal ato. Mesmo assim, qualquer comprovação é extremamente difícil.