Flamengo: João de Deus alerta: "Não ganhamos nada, ainda"

Não tem essa história de campeão. São 18 pontos em disputa e tomara que conquistemos todos. Seria sinal de título. Temos uma vantagem, mas se vacilarmos ela vai embora”, declarou o português.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Com Jorge Jesus suspenso e não podendo ficar a beira do gramado diante do Bahia, na rodada deste final de semana, pelo Campeonato Brasileiro - João de Deus (auxiliar técnico) comandou o Flamengo na vitória por 3 a 1 sobre o Bahia, neste domingo, no Maracanã. E nem mesmo a festa dos torcedores "Rubro-Negro" ao apito final, com direito a gritos de campeão, tiraram os pés do português do chão.

João de Deus - auxiliar técnico de Jorge Jesus.
João de Deus - auxiliar técnico de Jorge Jesus - Imagem: João Carlo Gomes.

Em sua coletiva de imprensa após o duelo diante do Bahia, João fez questão de tirar a pressão do grupo e destacou os pontos em disputa no campeonato.

"Não temos pressão nenhuma porque não somos campeões de nada. Temos uma vantagem, mas se não ganharmos os próximos jogos a vantagem dilui-se rapidamente. Não tem essa história de campeão. São 18 pontos em disputa e tomara que conquistemos todos. Seria sinal de título. Temos uma vantagem, mas se vacilarmos ela vai embora", afirmou.

Em campo, o clube carioca saiu atrás no primeiro tempo, mas voltou do intervalo e marcou três vezes. Para o auxiliar técnico responsável por dirigir o Flamengo diante do Bahia, o time ganhou o meio com a entrada de Reinier e espalhou o jogo com mais naturalidade.

"Com o Reinier tivemos mais capacidade no corredor central. O que desmontou a equipe adversária foi nossa capacidade de ganhar os corredores no segundo tempo. Ficamos mais fortes no desequilíbrio defensivo e vencemos com naturalidade. Uma equipe com 63% de posse de bola e 21 arremates, naturalmente foi melhor", finalizou.

Ainda durante a sua coletiva, João de Deus deixou um recado de "reflexão" ao torcedor do Flamengo, a respeito da Libertadores:

"Gostaria de deixar uma nota para reflexão e que tem a ver com a final que teremos no Peru. O River Plate joga o último jogo antes da final no dia 14, às 21h. O Flamengo joga dia 17 contra o Grêmio, quando solicitou que fosse dia 16. O adversário terá nove dias para se recuperar e nós teremos apenas seis".

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal