Presidente do Conselho Deliberativo da "Chape" anuncia a renúncia de Plínio David De Nes Filho

A saída do então presidente da Chapecoense foi noticiado através de uma nota oficial do clube, emitida na noite desta última quinta-feira.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Depois de algumas horas de reunião do Conselho Deliberativo da Chapecoense, o atual administrador do clube - Paulo Magro anunciou a renuncia de Plínio David De Nes Filho do cargo de presidente da agremiação catarinense. O dirigente que estava afastado renunciou ao cargo na noite desta última quinta-feira.

Fora da administração do "Verdão Catarinense" desde agosto deste ano, Nes Filho deveria ter retornado ao cargo no último dia 31 de outubro - também conhecido por "ontem", no entanto, através de uma nota oficial apresentada pelo clube, a Chapecoense revelou que ele só voltaria depois de "solucionar os problemas de receita e reapresentação institucional junto a Confederação Brasileira de Futebol".

Plínio David De Nes Filho - ex-presidente da Chapecoense.
Plínio David De Nes Filho - ex-presidente da Chapecoense.

Maninho - como também é conhecido, foi reeleito em 2018 para o cargo, junto a chapa "Juntos pela Chape". Nes Filho assumiu o cargo de presidente do clube duas semanas após o acidente aéreo com a delegação, ocorrido na Colômbia, com o avião da Lâmia e com a morte de Sandro Pallaoro, marcou a ascensão do agora ex-presidente, que na época era presidente do Conselho Deliberativo do "Verdão".

Na 19ª colocação do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense tem 99% de possibilidade de queda a Série B, estando a 11 pontos atrás do Cruzeiro - primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O próximo compromisso do "Verdão Catarinense" será neste sábado, diante do São Paulo, na Arena Condá - às 21h.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal