A 29ª rodada do Brasileirão, encerrada nesta última quinta-feira, teve clara mudança nos números da competição - aqui falando em chances "matemáticas"; tanto na questão de título, quanto nas demais questões.

Por um exemplo, o Flamengo que antes da rodada tinha 96% de chance de ser Campeão do Brasileirão, após o tropeço diante do Goiás, no empate em 2 a 2, no Serra Dourada, nesta última quinta-feira, viu esse número cair para 93%, segundo o matemático Tristão Garcia, que em seu site - o "Info Bola", ainda trás as chances dos demais clubes dentro do torneio.

TÍTULO

O empate do Flamengo diante do Goiás, somada a vitória do Palmeiras no clássico contra o São Paulo, mexeram na parte de cima da tabela, dando uma pequena mexida na disputa do título, visto que a diferença que antes era de 10 pontos após o fim da 29ª rodada, caiu para 8 pontos, o que dá mais emoção nestas últimas nove rodadas que ainda temos o Campeonato Brasileiro.

LIBERTADORES

Já nesse quesito as coisas também andaram tendo mudanças - dentre os times que estão nesta disputa, apenas o Grêmio (5º) venceu na rodada; com a vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, em São Januário, fazendo com que a equipe comandada por Renato Portaluppi subisse duas posições - ultrapassando assim Corinthians (7º) e Internacional (6º) - o Corinthians que foi derrotado para o CSA, já o Colorado empatou com o Athletico. Sem falar nos quatro times que estão dentro do G-4 Flamengo (1º), Palmeiras (2º), Santos (3º) e São Paulo (4º); que entre esses apenas o São Paulo (40%) possui menos de 90% de chances de estar garantido na competição continental em 2020 - Grêmio, Internacional, Corinthians, Bahia e agora o Goiás, possuem grandes chances de disputarem a chamada "Pré-Libertadores", mas alguns aqui devem ligar o sinal de alerta, como por exemplo, o Inter, que viu sua chance despencar da casa dos 30% para 18%; assim como também o "Timão", que ao final da rodada ficou com apenas 8% - Bahia e Goiás estão com 1% de chances de classificação na Libertadores de 2020. O Grêmio aparece com 37%, podendo ainda brigar com o São Paulo por uma vaguinha no G-4.

REBAIXAMENTO

Na parte inferior da tabela é onde a briga mais aparece acirrada, com cinco times brigando pelas duas últimas vagas a "Série B" do Campeonato Brasileiro no ano que vem, ou seja, na "Zona da Degola", onde acredito que nenhum destes gostaria de estar; são eles: CSA (66%), Fluminense (56%), Cruzeiro (26%), Ceará (21%) e Botafogo (15%); tendo ainda mais quatro times que parecem fazer força para caírem para a "segunda divisão" do Campeonato Brasileiro, bem como: Atlético-MG (9%), Fortaleza (6%), Vasco (2%) e Goiás (1%). Lembrando sempre que Avaí e Chapecoense com 99% de chances de queda, estão praticamente rebaixados.