MAS JÁ? Mancini já balança no comando do Atlético-MG

Mesmo com poucos jogos no comando do clube mineiro, o técnico já vem sendo questionado pela torcida e pela imprensa na briga contra o rebaixamento.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

A inesperada derrota de 2x0 para a Chapecoense, em casa, na noite da última quarta-feira, escancarou a crise vivida no Atlético-MG. Diante de um adversário que estava praticamente rebaixado, o time comandado pelo técnico Vagner Mancini teve um desempenho praticamente pífio, e foi facilmente batido pelo time catarinense.

Com isso, além do resultado, o desempenho fez com que a torcida protestasse ainda durante a partida, principalmente em cima do técnico Vagner Mancini e o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara. Com isso, o treinador já é muito questionado também pelos membros da diretoria, que já pensam em uma substituição de emergência até o fim do Campeonato Brasileiro.

Com temor de entrar na zona do rebaixamento na reta final do Brasileirão, além das péssimas exibições, também pesam o histórico de Vagner Mancini na luta contra o rebaixamento. Embora tenha conseguido evitar as quedas de Cruzeiro (2011), Athletico-PR (2013) e Vitória (2017), o treinador participou de cinco quedas, com Guarani (2010), Ceará (2011), Sport (2012), Botafogo (2014) e Vitória (2018).

Vagner Mancini já é questionado no comando do Atlético-MG. (Foto:Divulgação)Vagner Mancini já é questionado no comando do Atlético-MG. (Foto:Divulgação)

Neste momento, a diferença do Atlético para a zona de rebaixamento é de seis pontos. Mesma distância encontrada por Vagner Mancini, que assumiu o time depois da 25ª rodada. A diferença pode cair para cinco pontos, caso o Cruzeiro não seja derrotado pelo Botafogo, nesta quinta-feira, no Engenhão. Mas como o viés do Galo é de queda, com apenas oito pontos conquistados nos últimos 45 disputados, uma aproximação do bloco de baixo da classificação causa calafrios no comando atleticano.

Mancini foi contratado como técnico tampão, para dirigir o time nos últimos 13 jogos do Brasileirão e fechar a temporada sem sustos. O contrato vai somente até dezembro.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal