Brasileirão Série A 2019: Veja aqui os times mais impactados pelo VAR até a 22ª rodada

De acordo com um levantamento feito pelo site “globoesporte.com”, dos 218 jogos já disputados no campeonato nacional – Série A, as mesmas foram paralisadas para analise do “VAR” em 408 vezes.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Protagonista das últimas rodadas do Brasileirão-2019, o VAR tem sido caso de polêmica entre a grande maioria dos clubes da Série A. A tecnologia que era para ser "exceção" tem sido como já declaramos, a protagonista no Campeonato Brasileiro.

De acordo com um levantamento feito pelo site "globoesporte.com", dos 218 jogos já disputados no campeonato nacional - Série A, as mesmas foram paralisadas para analise do "VAR" em 408 vezes, ou seja, quase duas paradas por partida e se não bastasse isso, a arbitragem levou cerca de 1m35s para anunciar sua decisão e esse número aumenta quando o árbitro de campo precisa conferir a imagem a beira do gramado - pulando então para 2min50s.

Tela do VAR para consulta do árbitro de campo.
Tela do VAR para consulta do árbitro de campo.

Nessas, o árbitro de vídeo mudou a decisão de campo em 111 oportunidades. São em média cinco mudanças por rodada - visto que estamos na 22ª rodada do Brasileirão.

Entre os times mais "impactados" por essas mudanças, está o Fluminense - com 10 decisões. Com a ajuda do recurso, a arbitragem marcou três pênaltis contrários ao Tricolor Carioca, dando três vermelhos e um amarelo; além de anular dois gols e confirmar um.

Logo atrás do Fluminense, aparece o Colorado, que teve em suas 22 partidas pelo Campeonato Brasileiro, nove alterações pelo VAR, com quatro gols anulados, um gol confirmado, um pênalti marcado contra, um pênalti cancelado, um cartão vermelho e um amarelo. Goiás, Palmeiras e Vasco fecham o "TOP FIVE".

O Internacional também é um dos clubes que teve mais gols anulados pelo árbitro de vídeo - 4 gols, ficando ao lado do Ceará e Vasco com o mesmo número. Fechando o "TOP %", Corinthians e Botafogo tem 3 e 2 gols anulados pelo VAR, respectivamente.

Por outro lado, os times mais beneficiados pelo sistema tecnológico foram: Goiás, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Vasco - tirando o Goiás que teve três gols validado pelo árbitro de vídeo, os demais tiveram 2 gols cada um.

Isso sem falarmos nas marcações de pênaltis, onde o Athletico e o Flamengo foram às equipes mais prejudicadas pelo VAR - com quatro penalidades marcadas contra.

A análise feita pelo site acima citado fora realizada por: Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, Leandro Silva, Roberto Maleson, Roberto Teixeira, Valmir Storti e Vitória Azevedo.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal