Cruzeiro admite atraso de salários: "Jogadores estão conscientes"

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o diretor de futebol do Cruzeiro, Marcelo Dijan, garantiu que os problemas internos serão resolvidos nos próximos dias.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Vivendo um momento bastante complicado no ano, tanto dentro quanto fora de campo, o Cruzeiro deve ter seus bastidores muito agitados nas próximas semanas. Após a desastrosa sequência de derrotas contundentes e eliminações, a Raposa tenta "juntar os cacos" para tentar melhorar o ambiente.

Além do resultado dentro de campo estar longe do esperado pela torcida e pela imprensa, as dificuldades financeiras também estão sendo uma realidade constante no lado azul do futebol mineiro. Desde que o clube está sendo investigado por crimes financeiros, o atraso nos pagamentos de salários é rotineiro, e isso já é tratado publicamente pela diretoria do clube.

O diretor de futebol do Cruzeiro, Marcelo Dijan, concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (10 de setembro), e abordou assuntos polêmicos como a permanência de Rogério Ceni, atrasos salariais e protestos dos torcedores. Dijan compreendeu a fúria da torcida pelo mau momento e rebateu as principais críticas. "Existe a cobrança da torcida, é normal em virtude dos resultados, mas a gente sabe que o grupo de profissionais sérios. Toda equipe tem um ou outro que comete excessos, o Cruzeiro não foge a isso. O atleta tem hora certa de beber, mas aqui é grupo profissional. Só posso dizer ao torcedor que estamos empenhados da mesma maneira que tivemos ano passado, quando ganhamos o Mineiro e a Copa do Brasil. Empenho será o mesmo de todos os anos vencedores".

ccccccc

Quando perguntado sobre os atrasos salariais, o diretor minimizou, mas foi sincero e não negou a crise financeira do clube. "Os jogadores estão conscientes do atraso. Essa semana vamos quitar o resto de julho e trabalhando para semana que vem quitar agosto. Sempre honramos os salários, então os jogadores não ficam preocupados. Não é o ideal, mas posso garantir que isso não está atrapalhando o rendimento".

Ao fim, o diretor de futebol garantiu que Rogério Ceni será o técnico para os próximos anos, e que o planejamento continua, sobretudo na retomada do time dentro de campo. Quanto aos assuntos internos, as decisões não devem vir a público.

Mais sobre: cruzeiro
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal